Últimas Notícias

Fisioterapia na 3ª idade: responsabilidade com a vida

São Paulo 25/11/2021 –

O envelhecimento da população brasileira já é uma realidade. Nesse contexto a fisioterapia Geriátrica; ou na especialização Fisioterapia em Gerontologia, é de fundamental importância para garantir a qualidade de vida e bem estar de pessoas que se encontram na 3° fase da vida.

Fisioterapia para idosos, mais conhecida como Fisioterapia Geriátrica, ou na especialização Fisioterapia em Gerontologia, é de fundamental importância para garantir a qualidade de vida e bem-estar de pessoas que se encontram na 3° fase da vida, juntamente com demais tratamentos médicos complementares. O foco da fisioterapia está em tratar nervos, ossos e articulações, de modo que o profissional trabalha na prevenção, correção e recuperação das funções desses sistemas. Além de também fazer parte da intervenção preventiva fortalecer a estrutura muscular, beneficiando a qualidade de vida do indivíduo, mas também evitando lesões graves.

Diferentes grupos de pessoas podem procurar a assistência da fisioterapia como investimento de saúde, idosos com Alzheimer, com histórico de AVC ou outros problemas cardiovasculares, em recuperação de cirurgias ou fraturas, com artrose ou outras doenças que diminuem a mobilidade e a funcionalidade dos membros.

Vantagens da fisioterapia em idosos:

Conserva a flexibilidade. Esse benefício é importante quando se considera que com o passar dos anos o corpo naturalmente perde funções capacitivas. Com o apoio do fisioterapeuta é possível manter exercícios que continuem a desenvolver flexibilidade das articulações e músculos, essenciais para a mobilidade do indivíduo. A utilização de equipamentos de fisioterapia como todos da linha ibramed auxiliam e complementam o tratamento.

O foco é preservar a mobilidade, flexibilidade e fortalecer a estrutura muscular, agregando na recuperação do quadro atual, não valendo exercícios de alto esforço, que tem o objetivo de ganho de massa muscular ou tonificação. Com este objetivo, o fisioterapeuta faz a orientação de exercícios de alongamento e fortalecimento dos membros mais acometidos, além de indicar também correções posturais e melhorias para o dia a dia.

Equilíbrio e coordenação

A fisioterapia como intervenção preventiva é mais eficaz, mas em casos em que ela seja introduzida para recuperação do paciente é válida para atenuar as consequências causadas, normalmente por lesões e fraturas, fatores de risco grave na terceira idade. Outro fator é que nessa fase a recuperação é mais lenta, dificultando o avanço de melhoria do quadro.
A coordenação, inclusive, é um elemento que também é comprometido após cirurgias ou com doenças como Alzheimer e Parkinson. A proposta do profissional é por meio de exercícios que desenvolvam novos hábitos para adaptação da nova realidade reduzida.

Diminuição das dores

Essa vantagem cabe para todos os grupos, mas com uma observação extra para idosos. As dores diminuem drasticamente a qualidade de vida, impossibilitando até mesmo atividades rotineiras. A fisioterapia para idosos, precisamente, oferece por meio de exercícios alívio dos membros ou regiões afetadas.

Manutenção da vitalidade

Além da recuperação motora e da flexibilidade, destacadas anteriormente, o objetivo aqui é recuperar força e resistência que a pessoa possui. Esses exercícios promovem desenvolvimento de tônus muscular e melhora o equilíbrio, beneficiando por consequência a mobilidade. O fisioterapeuta realiza uma avaliação de cada caso, para que a intervenção seja personalizada e segura para cada tipo de paciente.

Independência e confiança

Coordenação, força, equilíbrio e o alívio das dores e outros sintomas garantem a independência do idoso. O profissional de fisioterapia faz análise do histórico de saúde do indivíduo, considerando as condições físicas atuais também, para construir um plano de exercícios e cuidados que promovam cada vez mais a independência do idoso.

Esse trabalho tem o foco de desenvolver novas habilidades no dia a dia, de forma prática e possível a cada paciente, além de somar recomendações para familiares, que participarão do processo do idoso, com adaptações que devem se feitas na casa, em alguns casos. Isso facilita a locomoção e garante segurança e bem-estar ao idoso.

Website: http://www.hsmed.com.br