Últimas Notícias

Tecnologia 5G no mercado de segurança eletrônica

São Paulo, SP 30/11/2021 –

Entenda como a implementação da tecnologia 5G no Brasil impacta o mercado de segurança eletrônica

O mês de novembro foi marcado pelo leilão da tecnologia 5G no Brasil, em que as empresas de telecomunicações disputaram a possibilidade de operar faixas de radiofrequência da quinta geração de redes móveis no Brasil. A expectativa do Ministério das Comunicações é que as 26 capitais brasileiras e o Distrito Federal tenham cobertura para esta conexão de internet até julho de 2022. A implementação dessa tecnologia sucessora do 4G é promissora e oferecerá diversos benefícios para o mercado de segurança eletrônica no país.

A principal vantagem do lançamento é a baixa latência, ou seja, o menor tempo de resposta de um dispositivo, demandando um período mais curto para realizar download ou upload de qualquer arquivo. Essa redução irá assegurar o monitoramento em tempo real, tendo em vista que um comando ocorrerá de forma praticamente imediata à situação analisada. Além disso, haverá um aumento considerável na qualidade de imagem, pois a rede promete sustentar vídeos de até 8K de resolução.

Uma pesquisa da IDC Brasil realizada no início do ano estima que, até o fim de 2022, o 5G irá gerar US$ 2,7 bilhões em novos negócios que envolvem inteligência artificial, realidade virtual e aumentada, internet das coisas, nuvem, segurança e robótica. A revolução na inteligência artificial acontecerá a partir da implantação de uma rede IoT com diferentes recursos e funcionalidades devido a conexão de múltiplos dispositivos simultaneamente.

A elevação na capacidade de aparelhos conectados colabora para a criação de cidades inteligentes, em que os equipamentos espalhados pelas ruas serão responsáveis por gerenciar as ocorrências públicas. Cada vez mais, câmeras inteligentes com reconhecimento facial atuarão no maior controle de prevenção de crimes e totens de vigilância conseguirão detectar veículos roubados e pedidos de ajuda.

A velocidade rápida na transferência de dados e conexão mais estável do 5G tornará todas as tecnologias de acesso e vigilância ainda mais eficientes, exigindo muito menos da infraestrutura e proporcionando cobertura de áreas mais amplas. A rede tem capacidade de manter a conexão de até um milhão de aparelhos por quilômetro, quantidade 10 vezes maior do que o 4G.

Por fim, um dos tópicos mais questionados a respeito desse lançamento está relacionado à preocupação com a privacidade e proteção de dados. Devido ao aumento de conexões e tráfego de grandes volumes de informações entre quaisquer tipos de aparelhos, há receio em relação a maior possibilidade de vulnerabilidades e, consequentemente, invasões. No entanto, a rede 5G virá acompanhada de ferramentas de segurança mais reforçadas para manter os seus dados protegidos.

“O 5G acarretará mudanças na maneira como a internet das coisas (IoT) trata o processamento e armazenamento de dados. Essa tecnologia permitirá que os dispositivos se conectem simultaneamente e troquem informações entre si, sem necessidade de intervenção humana, abrindo espaço para uma rede de inteligência mais eficiente.”, diz Eduardo Ferreira Lima, um dos sócios e diretor comercial da Avantia, especialista em soluções de tecnologia para a área de segurança eletrônica.

Website: https://www.avantia.com.br/