Últimas Notícias

Pedido por créditos aumenta, mas PMEs esbarram em burocracia

São Paulo – SP 14/2/2022 –

Opções mais simples e seguras como antecipação de recebíveis ampliam o acesso de pequenos e médios empresários a empréstimos

As empresas brasileiras pediram mais crédito em 2021, segundo o Indicador de Demanda das Empresas por Crédito da Serasa Experian. O aumento acumulado foi de 20,6% em comparação com 2020, a maior alta de toda a série histórica do índice, iniciada em 2018.

No entanto, micro e pequenos empreendedores esbarram em exigências e burocracias para obter crédito. De acordo com uma pesquisa realizada pelo Sebrae em parceria com a Fundação Getulio Vargas, 86% dos pedidos de empréstimo por empresas, entre abril e maio de 2020, foram negados. 

“Os dados mostram a realidade de um mercado que demanda por empréstimos, mas é preciso falar de opções acessíveis, que muitas vezes podem salvar um pequeno ou um médio negócio por serem mais simples e oferecerem taxas mais baixas”, explica Carlos Maggioli, CEO da QFlash, fintech especializada em crédito.

Uma opção pouco falada é a antecipação de recebíveis, que permite receber com antecedência – como o próprio nome sugere – duplicatas de venda a prazo e vendas parceladas no cartão de crédito, por exemplo. É um artifício ágil para quem precisa de dinheiro em caixa, mas também uma opção com taxas mais baixas, já que o risco de inadimplência para a instituição financeira é baixo também.

Além disso, com a possibilidade de adiantar um recebível, o empresário também amplia as suas margens de negociação e cria condições mais favoráveis para captar clientes ou aumentar as vendas, no caso de comércios. “Muitas vezes as pessoas ficam presas às ofertas dos grandes bancos e esquecem da antecipação de recebíveis, que também pode ser uma alternativa a financiamentos e empréstimos com taxas abusivas”, explica Maggioli.

Website: https://site.qflash.com.br/