Últimas Notícias

9 dicas para você administrar a renda da sua família

Administrar a renda da sua família pode ser uma tarefa árdua. Ainda mais quando consideramos que os brasileiros não costumam ser referência quando o assunto é administração financeira.

Essa constatação fica ainda mais evidente quando o administrador da renda familiar também é um empreendedor que optou por abrir empresa em endereço residencial. Um dos primeiros passos é separar a pessoa física da jurídica. Uma boa opção é optar por contratar um escritório virtual.

9 dicas para você administrar a renda da sua família

Parece que não, mas com pequenas mudanças de comportamento é possível reduzir o orçamento familiar. veja abaixo algumas dicas para aplicar com a sua família.

1- Planejamento financeiro

Toda boa administração pressupõe um bom planejamento. Isso vale tanto para empresas quanto para pessoas. Assim, o planejamento financeiro é uma ferramenta composta por estratégias que contribui para alcançar resultados desejados como a saúde financeira da família. Por isso ele é tão importante.

É através do planejamento financeiro que a família constrói seu patrimônio e assim consegue manter as contas em dia, fazer viagens, ter uma reserva de emergência e guardar dinheiro para o futuro.

Mas antes de criar um planejamento é necessário analisar a situação financeira da família. Nesta hora, assim como na definição das metas e objetivos, a participação de todos é importante.

2- Controle financeiro

O controle financeiro é uma das principais estratégias para ajudar a administrar a renda da sua família. Desta forma, é preciso fazer um acompanhamento do orçamento, juntamente com toda a família e, se necessário, fazer ajustes.

Nesta etapa é ideal recorrer ao uso de ferramentas, como planilhas ou aplicativos. Então, registre diariamente todos os gatos e entradas de dinheiro.

3- Reserva de emergência

Depois da análise do orçamento e criado o planejamento financeiro, é hora de pensar em criar uma reserva de emergência para situações de necessidade, como casos de saúde ou mesmo de desemprego.

4- Contas em dia

É muito difícil pensar no futuro quando se tem dívidas e se paga juros. Portanto, procure realizar os pagamentos das contas dentro do vencimento. Isso evita mais dívidas.

5- Corte gastos

Se está difícil manter os pagamentos em dia, é hora de voltar para  o controle financeiro e analisar para onde vai o dinheiro. Com base nisso, verifique quais gatos podem ser cortados. Por exemplo: se possui assinatura de mais de uma plataforma de streaming de vídeos, faça uma votação na família para identificar qual é a favorita e mantenha apenas ela.

Além disso, pode negociar valores de serviços como internet e telefone, ou até mesmo migrar para empresas que ofereçam os mesmos planos por valores mais em conta ou similares. Isto nos leva a outra dica.

6- Pesquise

Antes de fazer uma compra, pesquise valores em várias lojas. Hoje muitas lojas e bancos oferecem desconto ou cashback. Além disso, é importante conhecer os valores dos produtos que compra com mais frequência. Então, fique atento às divulgações das lojas.

7- Reduza o consumo de energia

A conta de energia é uma grande vilã do orçamento financeiro. Desta forma, é um item do orçamento que deve sempre ser analisado. Isto é, verificar como está o consumo, que estratégias podem ser utilizadas para reduzi-lo. Veja algumas:

  • luzes apagadas durante o dia. Abuse da luz natural;
  • controle o tempo de uso do chuveiro e quando estiver quente opte pelo banho frio;
  • escolhas lâmpadas como as de LED, que são mais econômicas;
  • evite dormir com aparelhos ligados, como TV, ar-condicionado. Use um temporizador.
  • faça manutenções nas instalações elétricas do imóvel, bem como de aparelhos, como geladeira e ar condicionado.

8- Reduzir consumo de água

O consumo de água também impacta muito no orçamento das famílias. Assim, é preciso uma mudança de comportamento, como:

  • evitar banhos demorados com chuveiro aberto;
  • fazer inspeções para verificar presença de vazamentos;
  • regular a saída de água da descarga e das torneiras;
  • escolher o programa de lavagem de roupas da máquina mais adequado à sua necessidade.

9- Transporte

O carro oferece conforto e praticidade, mas o preço da gasolina está cada dia mais alto. Sendo assim, é interessante buscar alternativas como carona, usar metrô ou mesmo sair de bicicleta.

Outra alternativa é sair para resolver várias coisas no mesmo dia e traçar um roteiro para fazer coisas que estejam no mesmo trajeto.

Empreendedores podem optar por trabalhar de casa ao invés de alugar um escritório e direcionar as correspondências do negócio para um escritório virtual.

São pequenas mudanças que geram uma economia. Pode até não ser uma grande economia, mas pode ajudar a pagar outra despesa.

Conclusão

A maior parte dos brasileiros desconhecem a administração financeira e mesmo aqueles que a conhecem não a utilizam. Sendo assim, o que se encontra por aí é pessoas que misturam as rendas dos negócios com renda pessoal e familiar.

Para aqueles que optaram por abrir empresa em endereço residencial, a solução é usar os serviços de um escritório virtual. Esse comportamento ajuda a separar as contas.

Além disso, administrar a renda da sua família não deve ser uma tarefa solitária. Todos devem participar, conhecer os planos e colaborar para manter o planejamento. Compartilhe as 9 dicas apresentadas neste artigo e veja a saúde financeira da sua família evoluir.