Últimas Notícias

O que são bens imóveis?

Os bens são patrimônios de uma pessoa ou organização, e são classificados como ativos, tendo estes valor econômico, que podem ser convertidos em valores e cumprir os objetivos da organização, estando entre eles o bens móveis e bens imóveis.

Toda contabilidade de uma organização ou entidade tem como objetivo o estudo e é a área responsável por analisar e registrar todas as movimentações financeiras da entidade empresarial, nela está incluso os bens de direito e obrigações.

Com isso, os relatórios contábeis transmitem o atual posicionamento patrimonial da empresa, e este é essencial para que ela possa prestar as devidas informações referente as suas contas e assim, ter um cuidado com a sua saúde financeira.

O que são bens?

Vale lembrar que precisamos primeiro entender o que é classificado como bens pelas empresas de contabilidade. Estas coisas são classificadas da seguinte forma: tudo o que é útil, e que satisfaz as necessidades das pessoas na empresa.

Este conceito é bem amplo, e nele está contido diversas subdivisões que determinam quais os tipos de bens uma empresa possui e assim, ter um controle patrimonial. Vamos ver alguns deles mais abaixo.

O que são bens móveis?

Como o próprio nome diz, é tudo aquilo que é pertencente a empresa, pessoa, ou organização que pode ser retirado e mudado de lugar e colocado em outro sem dano a estrutura venal. Alguns bens neste exemplo são: Equipamentos Eletrônicos, Carros, Dinheiro, Mercadorias, Estoque e até mesmo ações.

Os bens móveis podem ser adquiridos por:

  • Tradição: entregar, ceder em mãos;
  • Ocupação: tomar posse de um bem;
  • Invenção: desenvolver ou encontrar;
  • Destinação: aplicação específica ou uso.

Estes tipos de bens não necessitam de escritura pública e em teoria sobre eles não há a incidência de impostos para transmissão. O que pode ser aplicado sobre eles é o famoso imposto chamado ICMS. Já na transmissão de imóveis ocorre o pagamento de impostos de transmissão.

Vale lembrar que os bens móveis são passíveis de serem penhorados para pagamento de débitos e também podem ser cedidos como garantia para pagamento de dívidas.

O que são os bens imóveis?

A definição para este tipo de bem é bem simples, são bens que estão presos ao solo, e não podem ser removidos do seu local, sendo eles fixos. Algumas pessoas chamam eles de bens de raiz, como por exemplo: árvores, terrenos, prédios, casas.

Bens do tipo imóveis podem ser adquiridos nas modalidades:

  • Transcrição: onde é feita uma escritura pública;
  • Usucapião: ocupação sem oposição do dono anterior;
  • Acessão natural: acréscimos ocorridos por ordem da natureza como por exemplo: frutos, pedras, fontes, cursos d’água;
  • Acessão artificial ou industrial: acréscimos feitos por ação humana como por exemplo: plantações e construções.

Diferente do que ocorre nos bens móveis, os bens imóveis precisam de escritura pública e registro no Cartório de Registro de Imóveis responsável pelas terras, e em caso de transferência, sobre eles irá incidir um imposto chamado ITBI – Imposto de transmissão de bens imóveis.

Vale lembrar também que sobre os bens imóveis poderá haver o efeito de hipoteca, que serão usados como garantia do cumprimento de alguma obrigação adquirida, como por exemplo empréstimos, e que se não forem pagos, poderá ser pago com o leilão do bem.

Entendimento popular

Vale lembrar que é necessário para todas as pessoas com o mínimo de atuação na sociedade, se saiba quais as diferenças entre os bens móveis e imóveis.

Quanto estamos falando em móveis, o termo popular que uma pessoa lembra na hora, são as coisas presentes dentro de casa, como por exemplo: guarda roupas, sofás, camas, etc… A definição está correta e é verificada, porém na prática, não se limita somente a estas coisas.

Já o senso comum, logo pensa que ao falar bens imóveis, as pessoas pensam logo em: casas, terrenos, apartamentos, chácaras, fazendas, etc… O que também é verdade e está correto nesta definição, porém, não se concentra somente nisso.

O que importa é que a pessoa sempre procure formas de definir alguma coisa e procurar o correto entendimento daquilo. E assim, a pessoa poderá ter total entendimento do que aquela palavra quer dizer e assim ter o correto entendimento dos conceitos e transmitindo informações verídicas, evitando problemas de entendimentos indevidos.