Publicidade FENICS 2108 - RESERVE JÁ,JÁ, SEU STAND!  

PUBLICIDADE

COPASA - MONTES CLAROS
Inicio » Minas Gerais » MG – Servidor da UFMG justifica folga com atestado de parto com sangramento

MG – Servidor da UFMG justifica folga com atestado de parto com sangramento

A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) está apurando o caso de um funcionário que, para justificar sua ausência, apresentou um atestado médico de pós-parto com sangramento.

Filme Junior onde Arnold Schwarzenegger entra em trabalho de parto
Filme Junior onde Arnold Schwarzenegger entra em trabalho de parto

Segundo a UFMG, há um departamento que cuida da averiguação de atestados que apresentam algum problema. Quando isso acontece, o caso é apurado e as devidas penalidades são aplicadas. 

Inicialmente, a UFMG informou que as sanções poderiam ser aplicadas por meio de um regimento interno, mas isso não será necessário, já que há a lei 8.112, que trata especificamente de servidores públicos.

Após a averiguação do caso, um relatório será elaborado e o funcionário pode ser punido com uma advertência, no mínimo, e, no máximo, com uma demissão.

A universidade não informou qual setor o funcionário trabalha e nem quando ele apresentou o falso atestado. 

Leia Também

Atacante voltou a ficar devendo melhor atuação contra a Costa Rica, não rendeu o esperado e mostrou nervosismo com rivais e arbitragem

No sufoco, Neymar supera irritação, marca nos acréscimos, chora e leva o Brasil a vitória

* Por: Jornal Montes Claros - 22 de junho de 2018. No sufoco, Neymar supera …

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas. O espaço de comentários em nossos artigos é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido).