Inicio » Internacional » Europa » Europa – Espanhola mata filhos recém-nascidos e congela corpos

Europa – Espanhola mata filhos recém-nascidos e congela corpos

A justiça da província de Sevilha, na Espanha, condenou nesta quarta-feira a 35 anos de prisão uma mãe que matou por asfixia e congelou em casa os corpos de dois filhos recém-nascidos.

Europa - Espanhola mata filhos recém-nascidos e congela corpos
Europa – Espanhola mata filhos recém-nascidos e congela corpos

Fontes ligadas ao processo informaram à Agência EFE que na sentença, a juíza da Audiência Provincial de Sevilha, inclui cumprimento máximo da pena por 25 anos, além de uma indenização de 300 mil euros (R$ 926,4 mil) para a família.

Os bebês foram encontrados pelo pai em 2012, em congeladores instalados em um frigorífico na cidade de Pilas. Além dos dois filhos que foram mortos, o casal teve outras três crianças, e agora está divorciado.

Um júri popular declarou na quarta-feira passada que a mulher, de 37 anos, era culpada por matar por “asfixia mecânica” os dois filhos recém-nascidos. Logo depois, ela colocou os corpos em bolsas e os armazenou em dois congeladores.

A defesa da mãe rejeitou a acusação de assassinato, confirmando apenas que os corpos foram resguardados até que fosse possível enterrá-los. Por isso, pediu a absolvição da mulher, enquanto a Promotoria de Sevilha cobrava pena de 40 anos de prisão.

EFE

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaços abaixo são destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e e-mail valido).