Publicidade FENICS 2108 - RESERVE JÁ,JÁ, SEU STAND!  

PUBLICIDADE

COPASA - MONTES CLAROS
Inicio » Política » Eleições 2018 » Eleições 2014 – Bancos públicos financiarão compras de bicicletas, diz Dilma

Eleições 2014 – Bancos públicos financiarão compras de bicicletas, diz Dilma

A presidenta Dilma Rousseff disse neste sábado (27), durante evento de campanha em uma estação de Bus Rapid Transit (BRT) recém-construída em Brasília, que o governo usará os bancos públicos para abrir linhas de financiamento para a compra de bicicletas para pessoas de todas as classes sociais. Além disso, ela garantiu que financiará também ciclovias “em todas cidades que pedirem” a ajuda do governo federal.

Dilma Rousseff durante a visita, andou no BRT Expresso DF Sul, em Brasília.
Dilma Rousseff durante a visita, andou no BRT Expresso DF Sul, em Brasília.

A presidenta destacou que as bicicletas são importantes meios de transporte para curtas e médias distâncias tanto nas cidades quanto em zonas rurais brasileiras. Dilma ressaltou que esse meio de transporte também é eficiente para integrar os modais de transporte, além de contribuir para a redução de emissões de gás carbônico. “Estamos dando prioridade para ciclovias e bicicletários por meio de incentivos e estímulos”, disse a presidenta após lembrar que a maior parte das bicicletas do país é produzida na Zona Franca de Manaus e, portanto, “não paga tributos federais”.

A presidenta aproveitou a oportunidade para fazer um balanço das ações do governo na área de mobilidade urbana. Foram R$ 143 bilhões do orçamento, dos quais boa parte foi destinada a financiamentos com juros subsidiados em prazos de até 30 anos, com quatro anos de carência. “Isso mostra que sem bancos públicos não se investiria em transporte urbano, ao contrário do que dizem outros candidatos”, disse a presidenta.

“Não houve em nenhuma época, no Brasil, esse nível de investimento sistemático na área de transporte urbano de massa, patrocinado pelo governo federal. Outros governos apenas premiavam alguns lugares com algum investimento. Mas a meu ver, essa é uma necessidade no Brasil porque, como o transporte de massa é a busca do tempo, ele representa o direito para a pessoa desfrutar a vida”, disse a presidenta candidata à reeleição.

Questionada por jornalistas, Dilma Rousseff aproveitou o evento para desmentir matéria publicada pela revista Veja, segundo a qual um integrante da campanha de Dilma Rousseff em 2010 teria pedido doação de “pelo menos R$ 2 milhões” ao ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa. “Trata-se de mais um dos factoides da revista Veja. Factoide que ela costuma colocar em suas páginas durante o período pré-eleitoral”, disse a presidenta ao lembrar que todas as suas contas de campanha foram aprovadas pelo Tribunal Superior Eleitoral.

Leia Também

Atacante voltou a ficar devendo melhor atuação contra a Costa Rica, não rendeu o esperado e mostrou nervosismo com rivais e arbitragem

No sufoco, Neymar supera irritação, marca nos acréscimos, chora e leva o Brasil a vitória

* Por: Jornal Montes Claros - 22 de junho de 2018. No sufoco, Neymar supera …

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas. O espaço de comentários em nossos artigos é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido).