Casa das Apostas Online Betway

Últimas Notícias

SAIBA MAIS AQUI - FAÇA CLICK

Ex-funcionários do Google criam buscador para os amantes do pornô

Um novo buscador de internet desenvolvido por um ex-funcionários do Google promete dar o que falar. O Boodigo é uma ferramenta  que pretende se transformar na porta de entrada à indústria do entretenimento para adultos na rede.

Ex-funcionários do Google criam buscador para os amantes do pornô
Ex-funcionários do Google criam buscador para os amantes do pornô

De acordo com a Agência Efe, um dos fundadores do Boodigo disse que a plataforma decolou como “um foguete”. Ele contou que os inventores se dedicaram mais de um ano para desenvolver o sistema sobre o qual funciona o Boodigo, inclusive um algoritmo que dá prioridade a links que são ignorados pelos buscadores generalistas.

A pornografia ainda é tabu para muitas pessoas, porém, estatísitcas do Google mostram que ela é muito procurada na internet.

O buscador foi desenvolvido com a associação de palavras-chaves para a busca do conteúdo. O diferencial é que o Boodigo comprova que o usuário esteja acessando entidades confiáveis e não sites piratas com intenções fraudulentas ou maliciosas.

Os inventores garantem que o usuário terá a sua identidade preservada. Segundo a política de privacidade, o Boodigo não emprega “cookies” nem “qualquer outro tipo de tecnologia de rastreamento”.

O buscador já recebeu cerca de 40 solicitações de companhias do setor e estrelas do pornô para publicidade, mesmo com poucos dias de lançamento. Os usuários que mais têm despertando interesse são dos países Brasil, Estados Unidos, Itália, Dinamarca, Reino Unido, Canadá e China.

O Boodigo faz parte agora da variada lista de buscadores específicos já existentes como o científico Wolfram Alpha, o de gifs animados Giphy e o fotográfico TinEye, entre outros.

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)