Publicidade

Inicio » Política » Eleições 2018 » Eleições 2014 – Hacker posta senhas da campanha de Aécio e tenta invadir contas

Eleições 2014 – Hacker posta senhas da campanha de Aécio e tenta invadir contas

Uma lista com as senhas de 96 contas de e-mail da campanha do presidenciável Aécio Neves (PSDB) foi publicada de forma anônima em um site utilizado por hackers no sábado (4), véspera do primeiro turno da eleição.

Senhas de mais de 90 contas relacionadas a campanha foram publicadas em um site usado por hackers, fontes ligadas ao partido informaram que as informações são verdadeiras
Senhas de mais de 90 contas relacionadas a campanha foram publicadas em um site usado por hackers, fontes ligadas ao partido informaram que as informações são verdadeiras

Em seguida, e-mails pessoais de ao menos 14 integrantes da campanha, hospedados no Gmail, sofreram tentativas de invasão. Eles receberam mensagens falsas que simulavam ter o Google como remetente e requisitavam as senhas de cada um.

A técnica, conhecida como “phishing” (inglês para “pescaria”), tem como objetivo convencer o usuário de que a senha foi roubada e é necessário cadastrar uma nova. Ao fazer isso, a senha “antiga” é entregue aos criminosos, que, desse modo, conseguem acessar a conta verdadeira.

Os segredos divulgados na web foram postados no site Pastebin, muito usado por hackers para publicar anonimamente informações obtidas de maneira ilegal. Dois integrantes da campanha confirmaram à Folha, sob a condição de não terem as identidades reveladas, que as informações são verdadeiras.

Menos de 24 horas após a postagem, o conteúdo foi retirado do ar. De acordo com a contagem da plataforma, registrado no histórico de buscadores, a listagem foi mostrada somente 17 vezes antes de desaparecer.

Entre as contas de e-mail hackeadas estão a de Xico Graziano, membro da equipe que cuida da agenda de Aécio, a de Zuza Nacif – que chefia as redes sociais do tucano- e a do advogado Eduardo Alckmin. Também havia endereços gerais, como o contato@aecioneves.com.br.

‘Medidas cabíveis’ – Questionada na segunda-feira (6) sobre o fato, a campanha de Aécio disse que tratava-se apenas de uma suspeita que havia sido descartada. No dia seguinte, a reportagem enviou a lista vazada na internet, bem como uma cópia do e-mail utilizado para o “phishing”, e os tucanos mudaram de posição.

Em nota, a campanha afirmou que as senhas publicadas serviam somente para o primeiro acesso, que já haviam sido trocadas pelos usuários, e nenhuma informação sensível foi roubada. Afirmou também que a origem do vazamento está sendo apurada -“a coordenação jurídica está estudando medidas cabíveis”, conclui.

A campanha de Aécio disse, ainda, que detectou mais ataques digitais desde o domingo (5). “A campanha vem atuando com sucesso para não ter os dados comprometidos, mas alguns IPs são bloqueados temporariamente como segurança e alguns usuários podem ficar sem acesso”, completa a nota.

Procurado, o Google confirmou que o e-mail recebido pelos integrantes da campanha é uma tentativa de “phishing”. Disse, ainda, que orienta seus usuários a denunciarem a prática.

Folhapress

Leia Também

Entenda como funciona o processo de mineração de Bitcoin

Entenda como funciona o processo de mineração de Bitcoin

* Por: Jornal Montes Claros - 24 de setembro de 2018. O Bitcoin está em …

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.O espaço de comentários em nossos artigos é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido).