Publicidade

Inicio » Economia » Brasil – Sem água, os alimentos são até 186% mais caros

Brasil – Sem água, os alimentos são até 186% mais caros

Falta de chuva e calor fazem produção de algumas culturas cair até 60%, e preços disparam no maior mercado de Minas Gerais.

O chuchu, por exemplo, subiu 186%
O chuchu, por exemplo, subiu 186%

A seca já está impactando o preço dos alimentos.

A falta de chuva e o calor estão matando a produção e, com produtos mais escassos, os valores disparam.

No maior mercado de Minas (Ceasa) , vários produtos subiram bem acima da inflação na comparação entre os primeiros 20 dias de dezembro de 2014 e o mesmo período de janeiro de 2015.

Enquanto a prévia para a inflação de janeiro, segundo o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) divulgado pelo IBGE, é de 0,89%, o chuchu, por exemplo, subiu 186% no período indicado.

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.O espaço de comentários em nossos artigos é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *