Casa das Apostas Online Betway

Últimas Notícias

SAIBA MAIS AQUI - FAÇA CLICK

MG – Chuva deixa um morto em Barbacena

 

Conforme a Defesa Civil, a zona Rural é a mais atingida; Correia de Almeida está ilhada com a destruição de quatro pontes; captação está suspensa em fonte responsável por 72% do abastecimento.

MG - Chuva deixa um morto em Barbacena
MG – Chuva deixa um morto em Barbacena

Barbacena, no Campo das Vertentes, está sem capitação de água, tem diversas famílias desalojadas e uma morte confirmada em decorrência da chuva. De acordo com a Defesa Civil Municipal, a situação de emergência já foi decretada. Uma força-tarefa foi montada nesta sexta-feira (29) com todos os órgãos do município.

A situação é mais complicada na zona Rural. Entre as localidades de Torres e José Luiz, um homem foi arrastado pela correnteza do rio das Mortes. O corpo de Vicente João Oliveira, de 54 anos, foi encontrado por moradores na manhã dessa quinta-feira (28). A Defesa Civil Estadual registra outras duas mortes desde o início do período chuvoso 2015/2016.

No distrito de Pombal, localizado às margens da BR-040 e na confluência dos rios Pombal e das Mortes, a maioria das casas foi totalmente inundada. “A situação de emergência foi decretada nessa quinta-feira (28). Nós ainda estamos fazendo o levantamento, porque a tromba d’água foi durante a madrugada e a Defesa teve dificuldade para chegar lá, mas, por alto, mais de 50 famílias tiveram que sair de casa e ser abrigadas por parentes”, disse o coordenador da Defesa Civil, José Luiz de Senna.

A localidade de Correia de Almeida está ilhada. “Em Correia, quatro pontes oficiais foram destruídas, além dos registros de deslizamento de terra, alagamentos. Outra ponto da zona Rural com registro de desalojados é Senhora das Dores”, completou a Defesa.

O maior problema, no entanto, para Barbacena, é comprometimento do abastecimento de água, feito pela Coposa e Serviço de Água e Saneamento (SAS).

“O principal sistema de captação, responsável por 62% do abastecimento do município, teve todas as bombas inundadas pela água do rio. Nos interrompemos a captação ontem (quinta) às 13h. Todo painel de alimentação terá que ser reconstruído. Em outra fonte, responsável por 18% do abastecimento, a captação ainda é mantida emergencialmente para hospitais e serviços essenciais. A dica para a população é economizar”, alertou Senna, coordenador da Defesa Civil.

Outras nove cidades mineiras decretaram situação de emergência, e três estão em estado de calamidade pública, conforme boletim da Defesa Civil Estadual.

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *