Casa das Apostas Online Betway

Últimas Notícias

SAIBA MAIS AQUI - FAÇA CLICK

África começa a debater prevenção de doenças

A criação de um centro de prevenção e controle de doenças para a África Ocidental, incluindo a luta contra o Ebola, entra nesta segunda-feira (04/04/2016) em debate num encontro internacional, em Bissau.
A criação de um centro de prevenção e controle de doenças para a África Ocidental, incluindo a luta contra o Ebola, entra em debate num encontro internacional, em Bissau
A criação de um centro de prevenção e controle de doenças para a África Ocidental, incluindo a luta contra o Ebola, entra em debate num encontro internacional, em Bissau

“O tema central tem a ver com a criação de um centro” que permita “a fácil mobilização de técnicos para apoiar países que enfrentam situações epidêmicas”, explicou à agência Lusa, Plácido Cardoso, diretor do Instituto Nacional de Saúde Pública (Inasa) da Guiné-Bissau.

O país sediará dia 8 próximo o 17º encontro de ministros da Saúde da Comunidade Econômica dos Estados da África Ocidental (Cedeao).
O evento é precedido de outras reuniões que começam hoje com um encontro do setor de saúde dos diferentes países. Para terça e quarta-feiras, estão marcadas reuniões de perito em diferentes áreas.
Plácido Cardoso reconhece que o surto de Ebola, que afetou a região nos últimos dois anos, foi uma lição para todos os países da região – mesmo para a Guiné-Bissau, que não registrou nenhum caso, mas teve que colocar em prática diversas medidas de prevenção.
Um novo caso de Ebola foi identificado na Libéria na última semana, mais de dois meses após a proclamação oficial do fim da transmissão do vírus no país.
Poucos dias antes, o vírus da doença ressurgiu na vizinha Guiné-Conacri e já causou sete mortes. A última epidemia do vírus do Ebola teve início em dezembro de 2013 na floresta da Guiné-Conacri e espalhou-se para a Libéria e a Serra Leoa. Os três países concentraram mais de 99% das vítimas. O surto provocou 11.300 mortos.

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *