NordVPN - A melhor oferta de VPN

Vaga no Bolso

Inicio » Rio 2016 » Rio 2016 – Vovó Iaiá entra pra história ao conduzir tocha aos 106 anos

Rio 2016 – Vovó Iaiá entra pra história ao conduzir tocha aos 106 anos

Rio 2016 – Vovó Iaiá entra pra história ao conduzir tocha aos 106 anos

Moradora de Macapá, Aida Mendes também é a mulher mais velha a saltar de paraquedas; primeiro salto foi aos 100 anos.

Momento em que vovó Iaiá acende a pira olímpica em Macapá, após o revezamento da tocha
Momento em que vovó Iaiá acende a pira olímpica em Macapá, após o revezamento da tocha

 

A dona Aida Mendes de 106 anos, mais conhecida como Vovó Iaiá, mostra que não existe idade para se viver grandes emoções. Aos 100 anos, ela entrou para o Livro dos Recodes após saltar de paraquedas pela primeira vez, façanha que foi repetida outras cinco vezes ao lado de seu neto. E antes de realizar o sétimo salto, até o fim de 2016, a moradora de Macapá entrou para a história em um momento de grande emoção. Ela se tornou a pessoa mais velha do mundo a conduzir a tocha olímpica.

Iaiá levou o fogo olímpico pelo Marco Zero da cidade, onde a Linha do Equador divide os hemisférios Norte e Sul, e acendeu a pira olímpica. As façanhas realizadas com a idade avançada deixam a vovó orgulhosa e feliz por sua vitalidade após um século de vida.

“Posso dizer que sou atrevida sim”, disse. “Para mim, é a maior felicidade do mundo. Agradeço a Deus e a vocês da Nissan pela oportunidade que muita gente deseja e não vai poder ter de conduzir a tocha”, completa.

 

Além da felicidade pelos momentos que têm vivido, Aida espera seguir com força e coragem e dá um conselho para as pessoas serem tão realizadas e ativas como ela é.

“Tudo com moderação. Se tenho um conselho? Não parem nunca de fazer o que gostam. Não é bom fazer o que se gosta?”, questiona.

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não ás pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *