Últimas Notícias

Rio 2016 – Yane Marques é eleita a porta-bandeira do Brasil no Rio

Rio 2016 – Yane Marques é eleita a porta-bandeira do Brasil no Rio

Após uma votação aberta ao público, composta por três nomes indicados pelo Comitê Olímpico Brasileiro para o possível porta-bandeira do Time Brasil, Yane Marques foi escolhida e será responsável por carregar a flâmula verde-amarela na abertura dos Jogos Olímpicos. A cerimônia será realizada no dia 5 de agosto, no estádio do Maracanã.

Yane Marques, atleta do pentatlo moderno, foi medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012
Yane Marques, atleta do pentatlo moderno, foi medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012

“Fora algumas surpresas: Primeiro a indicação e agora a escolha”, afirmou a a atleta, depois do anúncio oficial, entrevista à TV Globo. “Eu quero ser uma porta-bandeira muito alegre e talvez uma porta-voz, através dessa bandeira, para que o nosso país se una mais. Quero ser uma representante do povo brasileiro”, completou.

A atleta do pentatlo moderno deixou para trás o velejador Robert Scheidt, maior medalhista olímpico brasileiro e o líbero que conquistou o ouro em 2004, além de duas pratas, em 2008 e 2012, Serginho.

Aos 32 anos, a pernambucana, dona de uma medalha de bronze em Londres, estará a frente da primeira delegação a adentrar o palco das finais das Copas do Mundo de 1950 e 2014.

Scheidt exerceu a função nas Olimpíadas de 2008, em Pequim. Já em 2012, o porta-bandeira foi o hipista Rodrigo Pessoa, que não estará presente no Rio de Janeiro.

Arthur Zanetti, ouro em Londres nas argolas, as jogadoras da seleção feminina de vôlei e Sarah Menezes, do judô, ficaram fora da votação porque competem na manhã do dia 6 de agosto e não vão participar da formalidade.