POS ON-LINE PUC MINAS

Montes Claros – Santa Casa de Montes Claros participa do II Mutirão Nacional de Reconstrução Mamária

Montes Claros – Santa Casa de Montes Claros participa do II Mutirão Nacional de Reconstrução Mamária

A Santa Casa de Montes Claros participa amanhã (29/10/2016), do II Mutirão Nacional de Reconstrução Mamária. Realizado pela primeira em todo país em 2012, através da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), por meio da Fundação Instituto Para o Desenvolvimento do Ensino e Ação Humanitária (Ideah), a iniciativa beneficiou 555 mulheres.

Montes Claros - Santa Casa de Montes Claros participa do II Mutirão Nacional de Reconstrução Mamária
Montes Claros – Santa Casa de Montes Claros participa do II Mutirão Nacional de Reconstrução Mamária

 

Em Montes Claros, a Santa Casa de Montes Claros participa pela primeira vez da ação. Além do mastologista da instituição, Dr. Gessandro Fernandes, os especialistas Raquel Ferri, do Rio Grande do Sul, Douglas de Miranda Pires e Henrique Lima Couto, ambos de Belo Horizonte, participam voluntariamente da ação.

“O mutirão é extremamente importante uma vez que, através da cirurgia, essas mulheres poderão recuperar a autoestima e fortalecerá a convivência delas em relação ao ciclo social ao qual pertencem. Serão beneficiadas sete pacientes que foram selecionadas através da lista de espera da rede pública”, explica Dr. Gessandro.

Dr. Gessandro Fernandes
Dr. Gessandro Fernandes

DIREITO GARANTIDO POR LEI

O câncer de mama é o tipo da doença mais comum entre as mulheres no mundo (1,7 milhões de mulheres acometidas por ano). No Brasil, o número de casos corresponde a 25% dos casos novos da doença a cada ano. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA) a previsão é de 57.960 casos novos sejam diagnosticados em 2016, com um risco estimado de 56,20 casos a cada 100 mil mulheres.

Toda paciente com câncer de mama que teve a mama retirada total ou parcialmente em decorrência do tratamento, tem o direito de realizar cirurgia plástica reparadora. Segundo dados fornecidos pelo Departamento de Informática do SUS (DATASUS), a cada 40 minutos nos últimos cinco anos, uma mulher é submetida à cirurgia de remoção dos seios para tratamento de câncer pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em todo o país. Na Santa Casa, as cirurgias estão programadas para iniciarem às 7:30 da manhã.