Matrículas Aberta - Escola Adventista

Últimas Notícias

SAIBA MAIS AQUI - FAÇA CLICK

Inicio » Montes Claros » Politica em Montes Claros » Eleições 2016 – Humberto Souto é o novo Prefeito de Montes Claros

Eleições 2016 – Humberto Souto é o novo Prefeito de Montes Claros

Eleições 2016 – Humberto Souto é o novo Prefeito de Montes Claros

Com  mais de 122 mil votos  Humberto Souto (PPS) foi eleito prefeito de Montes Claros no segundo turno das eleições municipais 2016 realizado no dia de hoje (30/10/2016), vencendo Ruy Muniz (PSB), que teve mais de 65 mil votos.

Eleições 2016 - Humberto souto é o novo Prefeito de Montes Claros
Eleições 2016 – Humberto souto é o novo Prefeito de Montes Claros

Souto teve 65,31% dos votos, e Ruy Muniz teve 34,695% dos votos quando apurado ao 99,75 % .

Biografia de Humberto Souto:

Bacharel em Direito pela Faculdade Brasileira de Ciências Jurídicas do Rio de Janeiro, iniciou a vida pública como vereador de sua cidade natal, Montes Claros em 1962. Em 1970 concorre ao cargo de deputado estadualde Minas Gerais pela Arena, obtendo a suplência. Assume o mandato eventualmente entre 1971/72. No ano seguinte assume em definitivo por renúncia de um dos titulares.[1] Em 1974 elege-se deputado federal, o primeiro de seis mandatos consecutivos. Neste período, além da Arena, foi filiado ao PDS (1980-1984) e PFL(1984-1995).

Durante o governo Collor, foi vice-lider (1990) e depois líder do governo na Câmara dos Deputados (1991-92). Votou contra seu impeachment.[2]

Em 1995 é indicado pela Câmara dos Deputados para exercer o cargo de ministro do Tribunal de Contas da União.[3] Ali permanece de 1995 a 2004 quando se aposenta. Porém em 2006 retorna à política reelegendo-se deputado federal, pela 7ª vez, agora no PPS. Em 2010, não conseguiu a reeleição para a Câmara dos Deputados, ficando na quinta suplência da Coligação PPS/PSDB/DEM/PR/PP.

Em 2012 concorre a prefeito de Montes Claros pelo PPS, substituindo Athos Avelino, que temia ter sua candidatura impugnada em última instância pelo TSE, com base na lei da Ficha Limpa. Contando com apenas 20 dias para fazer a campanha, aproveitou o pouco tempo para denunciar a corrupção na prefeitura de Montes Claros. Contrariou todas as pesquisas de opinião e quase passou para segundo turno, conquistando expressivos 23,97% dos votos válidos.

Retornou à Câmara dos Deputados em 19 de de dezembro de 2012, na vaga deixada por Carlaile Pedrosa, que renunciou ao mandato de deputado federal para assumir a Prefeitura de Betim/MG.

Em 2014 sofre novo revés ao perder a eleição para deputado federal. Dessa vez, contudo, obteve a primeira suplência da Coligação PPS/PDT/PV, com mais de 70.000 votos.

Fonte: Wikipedia.

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *