Últimas Notícias
POS ON-LINE PUC MINAS

Norte de Minas – Pai da ministra presidente do STF Cármen Lúcia morre em Espinosa

Norte de Minas – Pai da ministra presidente do STF Cármen Lúcia morre em Espinosa

Florival Rocha, pai da ministra presidente do STF tinha 98 anos, era empresário na cidade de Espinosa e morreu na madrugada desta quinta-feira (09/07/2017).

No último fim de semana Cármen Lúcia visitou o pai em Espinosa (foto: Flavio Nunes/divulgação)
No último fim de semana Cármen Lúcia visitou o pai em Espinosa (foto: Flavio Nunes/divulgação)

 

A Prefeitura Municipal de Espinosa, no Norte de Minas, decretou luto oficial de três dias, após a morte do pai da Ministra do Supremo Tribunal Federal, Cármen Lúcia.

De acordo com o secretário de comunicação do município, Wagner Oliva, o corpo deve ser velado e enterrado na capital mineira. A ministra deve viajar para BH.

O decreto de luto oficial foi publicado na manhã desta quinta.

No último final de semana, a ministra Cármen Lúcia viajou até Espinosa para visitar o pai. Ela viajou de avião de carreira até Montes Claros, onde alugou um carro em locadora para completar a viagem até Espinosa. Estava acompanhada de dois seguranças.

Florival foi comerciante bem sucedido em Espinosa, dono de posto de combustíveis e lojas de eletrodomésticos e de material de construção. Ele morreu as 4h50min desta quinta-feira. O corpo foi levado para o Hospital Municipal Risoleta Neves, em Espinosa, para a preparação para o traslado.

Ainda não foram divulgados os horários do velório e do sepultamento em BH