Últimas Notícias

Montes Claros – Violência contra a mulher é tema de palestra com a Guarda Municipal

Montes Claros – Violência contra a mulher é tema de palestra com a Guarda Municipal

A Prefeitura de Montes Claros através da Secretaria de Defesa Social realizou nesta segunda-feira, 22, uma palestra sobre a violência contra a mulher, o auditório da Câmara Municipal.

coordenadora da Defensoria Pública e especialista em Defesa da Mulher, Dra Maiza Rodrigues
coordenadora da Defensoria Pública e especialista em Defesa da Mulher, Dra Maiza Rodrigues.

 

O evento reuniu agentes da guarda municipal e vigias, visando instrui-los sobre os processos cabíveis quando presenciam ou são acionados de algum fato agressor ao gênero feminino.

Segundo a coordenadora da Defensoria Pública e especialista em Defesa da Mulher, Dra Maiza Rodrigues, que ministrou a palestra, a violência contra a mulher sempre foi um dos grandes problemas da nossa civilização. “Agressões e crimes que afetam as mulheres, ainda são cometidos com as mais diversas justificativas, e elas buscam na família um ponto de equilíbrio, no qual se sentem amparadas e protegidas. O medo de denunciar o agressor, também é fator que acontece constantemente“ afirma.

Ela destacou sobre a Lei Maria da Penha, que objetiva coibir e prevenir a violência doméstica e familiar contra a mulher. “Essa lei é um grande refúgio para as mulheres agredidas pois lhe dá direito a uma medida preventiva contra o agressor. Porém, não a protege fisicamente, e por isso, a importância de se protegerem e evitar locais que o agressor esteja próximo”, alerta.

O secretário de Defesa Social, Anderson Chaves, ressaltou que o Brasil é o quinto país do mundo em ranking de violência contra a mulher, o que comprova uma cultura machista na maioria dos brasileiros. “Temos um papel importante na sociedade que é respeitar o próximo, e tratando-se da temática, também temos o dever de denunciar os agressores que colocam em risco a integridade de uma mulher. Um gesto pode mudar esse cenário e garantir mais segurança”, disse.