Inicio » Montes Claros » Montes Claros – Vetos do prefeito Humberto Souto são rejeitados pelos vereadores

Montes Claros – Vetos do prefeito Humberto Souto são rejeitados pelos vereadores

Montes Claros – Vetos do prefeito Humberto Souto são rejeitados pelos vereadores

Em reunião ordinária desta terça-feira (15/08/2017), por unanimidade, os vereadores de Montes Claros derrubaram ontem o veto do prefeito à emenda do vereador Wílton Dias, que concedia reajuste salarial aos 5.600 servidores da administração.

Montes Claros - Vetos do prefeito Humberto Souto são rejeitados pelos vereadores
Montes Claros – Vetos do prefeito Humberto Souto são rejeitados pelos vereadores

 

Dos 23 vereadores, 19 votaram, já que o presidente da Casa não vota e três outros por serem servidores municipais, foram orientados a se abster da votação. Cabe agora à Câmara promulgar o projeto para fazer valer a partir de 2018 a regra que define como índice mínimo do reajuste o valor da inflação.

VETOS

Todos os vereadores rejeitaram o veto parcial do Executivo Municipal ao Projeto de Lei n°36/2017, que dispõe sobre as diretrizes para elaboração e execução da Lei Orçamentária para o Exercício Financeiro de 2018 – que também consta o reajuste salarial do servidor público municipal.

Por 14 votos, o veto parcial ao Projeto de Lei n°25/2017 também foi rejeitado pela Câmara. A proposta é do Vereador Valcir da Ademoc (PTB) e dispõe sobre a obrigatoriedade de Agências Bancárias e Shopping Centers de nosso município, a presença de um profissional capacitado para se comunicar em Língua Brasileira de Sinais – Libras.

Por atingir o tempo regimental da Casa Legislativa, o veto parcial do Executivo ao Projeto de Lei n°42/2017, não foi votado.

Executivo sai desgastado

Depois dos polêmicos vetos do Executivo nos últimos dias, três deles derrubados numa mesma reunião.


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaços abaixo são destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e e-mail valido).