Inicio » Montes Claros » Montes Claros Vôlei perde para Sada/Cruzeiro

Montes Claros Vôlei perde para Sada/Cruzeiro

Montes Claros Vôlei perde para Sada/Cruzeiro

O MONTES CLAROS VÔLEI e o Sada/Cruzeiro voltaram a se enfrentar pelo Campeonato Mineiro Adulto Masculino de Voleibol. Desta vez, o jogo foi no território do Pequi Atômico, no “Caldeirão” do Ginásio Poliesportivo Tancredo Neves, em Montes Claros/MG.

Montes Claros Vôlei perde para Sada/Cruzeiro
Montes Claros Vôlei perde para Sada/Cruzeiro

 

A torcida mais apaixonada do Brasil não decepcionou e compareceu em peso no ginásio, mostrando porque é a maior em público pelos Campeonatos mineiro e Superliga Masculina de Vôlei. Foram 3.700 torcedores que embalaram o time norte-mineiro.

Com uma arbitragem bem confusão e polêmica no quarto set. o jogo chegou a ficar parado por mais de 20 minutos terminou em 3 sets a 02 para o Sada/Cruzeiro, com os placares em 25 x 23; 19 x 25; 20 x 25; 25 x 23 e  15 x 08. O oposto Leal levou o troféu de melhor em quadra.

O jogo

O primeiro set começou bem disputado com as duas equipes mostrando boas jogadas, com bolas bem disputadas. Porém, o Cruzeiro conseguiu abrir o placar em 12 x 09, o que obrigou o técnico Chico dos Santos a solicitar o primeiro tempo técnico.

 

 

O pedido técnico surgiu efeito e o MOC VÔLEI igualou o placar novamente e a disputa foi ponto a ponto até o final do set, quando o time da casa virou o jogo em 210 x 20, obrigando o técnico Marcelo Mendez a solicitar um tempo.

O time do Cruzeiro continuou errando e MOC VÔLEI abriu dois pontos, manteve o bom aproveitamento no saque e nos ataques, o que forço novo tempo técnico do Sada. Mas, o primeiro set foi mesmo do Pequi Atômico que finalizou o set em 25 x 23 com um bloqueio do oposto Lorena.

O segundo set começou como o primeiro, bastante disputado e com lances incríveis e bloqueios das duas equipes. O técnico do Cruzeiro depois de dois erros do oposto Evandro foi substituído pelo Alemão e o jogo voltou a ficar mais equilibrado.

Cruzeiro começou a abrir em 10 x 06, o que obrigou o pedido técnico do mandante. O Cruzeiro continuou a abrir o placar e o novo pedido de tempo feito pelo MOC VÔLEI em 17 x 10.

A equipe voltou mais concentrada e chegou a encostar em 20 x 15, mas os erros do Pequi Atômico nas definições de bola ajudaram o time adversário a fechar o set em 25 x 19, com um erro de saque do ponteiro Vivalde.

O terceiro set começou com o Cruzeiro abrindo em 06 x 02 e, o primeiro tempo técnico foi solicitado pelo Chico dos Santos. A equipe voltou mais atenta e chegou a encostar no placar em 16 x 13. Mas, o forte bloqueio do time adversário fez a diferença no set. Novo pedido de tempo feito pelo MOC VÔLEI quando o placar apontava 19 x 13. A equipe de Contagem continuou com ritmo forte e fechou o terceiro set em 25 x 20.

O quarto set começou como o primeiro, com as duas equipes disputando ponto a ponto, jogadas bem trabalhadas e lances bem disputados nos ataques e contra-ataques.

Um tempo solicitado pelos adversários quando placar apontava 20 x 18 para o MOC VÔLEI. Mesmo assim, o time norte-mineiro continuou a concentração e manteve a diferença em dois pontos. O técnico Chico dos Santos pediu tempo para ajustar a casa e armar alguma jogada e fechar o set em 25 x 23.

Os dois próximos jogos do MONTES CLAROS VÔLEI serão em casa, contra o Juiz de Fora Vôlei (JFV) no dia 13 e no dia 15, ambos às 20h, e novamente, a equipe espera o apoio da sua torcida.

O quinto e decisivo set foi marcado pelos erros do Pequi Atômico, principalmente no saque. Já o Cruzeiro impôs o seu ritmo, com forte bloqueio e contra-ataques, fechando a partida em 15 x 08.

Pedido de Casamento

No intervalo do primeiro para o segundo set, uma surpresa bem apaixonada. Um pedido de casamento aconteceu levantando a galera. Vestido com a roupa do mascote “MOCÃO” do Pequi Atômico, o atendente de telemarketing Bruno Diego Nobre Cardoso pediu a mão da secretária do Pequi Atômico, Deyse Martins da Silva. Bastante emocionada, ela aceitou o pedido sob os aplausos de 3.700 pessoas.

 

 

 

Patrocínio e Apoio

O projeto MONTES CLAROS VÔLEI conta com patrocínio da Cemig, Tambasa, Vilma, Master, Somai, Dubai Suítes, Solares, Unimed, TMOVE, e com o incentivo através do Minas Esportiva Incentivo ao Esporte, da Secretaria de Estado de Esportes de Minas Gerais e Governo de Minas Gerais, além da Lei Federal de Incentivo ao Esporte e Ministério do Esporte.

Por Wesley Gonçalves


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaços abaixo são destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e e-mail valido).