Últimas Notícias

Norte de Minas – Após identificação de ossada, pais de Emilly Ketlen Ferrari querem achar culpado

Norte de Minas – Após identificação de ossada, pais de Emilly Ketlen Ferrari querem achar culpado

Depois da confirmação da Polícia Civil de que a ossada encontrada em Rio Pardo de Minas, no Norte de Minas, é da menina Emilly Ketlen Ferrari a família quer encontrar os culpados e enterrar os restos mortais da garotinha.

Norte de Minas - Após identificação de ossada, pais de Emilly Ketlen Ferrari querem achar culpado
Norte de Minas – Após identificação de ossada, pais de Emilly Ketlen Ferrari querem achar culpado

 

 

A família de Emilly Ketlen Ferrari recebeu na manhã desta segunda-feira (18) a notícia de que a ossada encontrada em Rio Pardo de Minas, no último dia 27 de abril, pertence a garotinha. A notícia desesperou os parentes e ascendeu, mais uma vez, a vontade de achar os culpados. “Antes a gente se preocupava se ela está bem, agora não sai da cabeça quem fez isso e como foi. É uma angustia”, disse Leandro Campos.

Leandro ainda não sabe como vai ser o enterro da pequena, mas vai haver uma cerimônia. “Ainda não sabemos como vai ser, mas com certeza terá um enterro digno. Pelo menos saberemos onde ela estará”, contou emocionado.

Conforme a polícia, exames de DNA realizados pelo Instituto Médico Legal (IML) comprovaram que os restos mortais pertencem a Emilly. Não há informações, porém, de quem sequestrou a menina.
O delegado Luis Claudio Freitas do Nascimento trata o crime como um homicídio qualificado com ocultação de cadáver. Os investigadores ainda trabalham para identificar e prender os suspeitos, novas testemunhas serão convocadas para prestar depoimento.

Relembre o caso

Emilly desapareceu enquanto brincava na porta da casa da mãe, na avenida Padre Horácio Giraldi. Ela usava um vestido preto e segurava uma boneca negra, chamada pela garotinha por Pretinha.