Publicidade

Inicio » Colunistas » Hesiodo José » Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

Inutilidades Públicas

O norte de Minas e a fantasia sexual

Um caso de Espectrofilia na cidade de Capitão Enéas,  Norte de Minas Gerais, vem chamando atenção de estudiosos de todo o Brasil e também do Paraguai. A dona de casa Amenilza Francisca das Dores de 52 anos vem traindo seu marido a cinco meses com o fantasma de um cantor famoso que morreu a seis anos. Segundo ela começou do dia dos finados de 2016 quando fora  ao cemitério levar flores para  a mãe, quando rezava no tumulo ouviu a voz do cantor lhe soprando os ouvidos e dizendo palavras eróticas, ela se arrepiara e fizera o sinal da cruz, mas uma hora depois que ela estava tomando banho em sua casa, o dito entrara  e a beijara no pescoço,  daí em diante ela veste a roupa intima que ele pede e o espera no quarto de hospedes. “Meu marido disse que ainda não me sentou o pau na cabeça por que eu estou doida! (risos) mas eu estou doida é de fogo no facho!”  O doutor em Psicologia Armenio Vellidara disse que é preciso um acompanhamento maior para dar qualquer diagnostico, “A certeza que temos é que ela adquiriu alguns vibradores e se satisfaz com eles, não é possível dizer se o fantasma vem de verdade e pratica o coito ou ela fantasia e se masturba!” conclui o Piscologo.

Saimos de Capitão Enéas e vamos para São João da Lagoa falar do caso de Belão de Dona Cida, o rapaz de 35 anos tomou coragem e apareceu em um telejornal dizendo que o seu maior tesão e sentir cheiro de peido na cara, (Flatofilia como dizem os letrados no assunto) A mãe dele  diz sem mostrar o rosto que o filho  paga dez reais para as moças peidarem na cara dele. “Já fiz promessa, mas até agora não adiantou, só pode ser o capeta do peido para ter essa vontade besta!” argumentou a mãe que tem pressão alta.

Em Montes Claros cidade considerada a capital do Norte de Minas a estudante Abigal Melado Couticula, foi flagrada se esfregando em uma árvore no Parque Municipal. O vídeo que já está na internet tem cinco minutos sendo do inicio do ato até o momento de orgasmo. Segundo Ideildo Epaminondas do Centro Integrado de Sexoterapia do Estado, o nome que se dá a esta perversão é Dentrofilia, o desejo de se esfregar em troncos de árvores.

 Riso da Hora

Um homem senta-se no comboio à frente de uma voluptuosa ruiva, que tem vestida uma mini-saia. Nisto, dá-se conta que ela não levava roupa interior. Então a ruiva diz-lhe: – Está olhar para a minha vagina? – Sim, desculpe – responde o homem. – Está bem – responde a mulher -. Olhe, vou fazer com que a minha vagina lhe dê um beijo. Incrivelmente, a vagina manda-lhe um beijo. O homem, totalmente assombrado,pergunta que outra coisa sabe fazer. – Posso também fazer com que te dê uma piscadela . O homem observa assombrado como a vagina lhe dá piscadelas. A mulher, já excitada sexualmente, diz ao homem: – Queres enfiar-me um par de dedos? Paralisado de assombro, o homem responde: – Minha mãe do céu! Também sabe assobiar?

Fica assim, amanhã tem mais…

 

Hesiodo José
Hesiodo José

Leia Também

IFNMG abre inscrições para 1.500 vagas em 11 cursos gratuitos

IFNMG abre inscrições para 1.500 vagas em 11 cursos gratuitos

* Por: Jornal Montes Claros - 25 de setembro de 2018. IFNMG abre inscrições para …

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.O espaço de comentários em nossos artigos é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *