Últimas Notícias

Vítima de atirador em Goiás está paraplégica, confirma hospital

Vítima de atirador em Goiás está paraplégica, confirma hospital

Uma estudante baleada pelo colega de sala de aula do Colégio Goyases, em Goiânia, Goiás, na última sexta-feira (20) ficou paraplégica, confirmou nesta manhã o Hospital de Urgência e Emergência de Goiânia (Hugo), onde ela segue internada.

Autor de tiros em escola de Goiânia é transferido para centro de internação
Autor de tiros em escola de Goiânia é transferido para centro de internação

 

I.M.S., de 14 anos, “apresenta uma lesão na medula espinhal, no nível da 10ª vértebra da coluna torácica, que comprometeu os movimentos dos membros inferiores de forma definitiva. A paraplegia já havia sido diagnosticada no dia de sua admissão, mas não informada até então a pedido de familiares”, informou o Hospital, em nota. Ela está estável, consciente, mas sem previsão de alta da UTI.

Além dela, está internada, na mesma instituição, outra adolescente de 14 anos (completados nesta terça-feira, 25). Ela está consciente, na enfermaria, mas também sem previsão de alta.

O caso
Na última sexta-feira, um adolescente de 14 anos atirou em colegas de sala no intervalo de uma das aulas. Dois meninos, João Pedro Calembo, de 14 anos, e João Vitor Gomes, de 13, morreram na hora. Outros quatro estudantes foram baleados, sendo que apenas um recebeu alta até o momento.

O atirador foi apreendido. Ele usou a arma da mãe, uma policial militar, no atentado.