Últimas Notícias
Kelly Camaduro passou dirigindo o carro dela com um homem ao lado, mostram imagens
Kelly Camaduro passou dirigindo o carro dela com um homem ao lado, mostram imagens

MG – Câmeras ajudaram na identificação de suspeitos de morte de bióloga

MG – Câmeras ajudaram na identificação de suspeitos de morte de bióloga

Imagens de câmeras de uma praça de pedágio da cidade de Fronteira, no Triângulo Mineiro, registraram o momento em que Kelly Camaduro passou dirigindo o carro dela com um homem ao lado, em direção a Minas Gerais.

Kelly Camaduro passou dirigindo o carro dela com um homem ao lado, mostram imagens
Kelly Camaduro passou dirigindo o carro dela com um homem ao lado, mostram imagens

 

Cerca de uma hora depois, o suspeito voltou sozinho conduzindo o veículo. As imagens ajudaram a polícia a identificar e localizar o suspeito do crime.

Rodas e celular foram vendidos

Após o crime, Jonathan Prado retornou para o Estado de São Paulo, abandonou o carro de Kelly Camaduro em uma área rural da cidade de Mirassol e chamou o primo, identificado como Vander, para retirar e ficar com as rodas do veículo.

“Não sabemos se ele cobrou do Vander algum valor pelas rodas. Para outro morador de São José do Rio Preto, o Daniel Theodoro da Silva, de 24 anos, ele vendeu o celular da vítima por R$ 300, pagos de duas vezes”, explicou o delegado Fernando Vtorazo.

Para a polícia, Silva afirmou que não conhecia Prado pessoalmente que Vander intermediou a venda do aparelho telefônico.

Os dois homens foram presos e responderão por receptação, com pena de um a quatro anos de prisão. No entanto, as investigações continuam, e a Polícia Civil não descarta alguma participação de Vander no assassinato da vítima.