Publicidade
FENICS 2108 - RESERVE JÁ,JÁ, SEU STAND!  
Inicio » Mais Seções » Famosos » YouTube deleta funk com apologia ao estupro

YouTube deleta funk com apologia ao estupro

YouTube deleta funk com apologia ao estupro

O clipe da música Só Surubinha de Leve, de MC Diguinho, estaria previsto para ser lançado às 21h desta quarta-feira, 17. No entanto, após internautas apontarem que a letra faz apologia ao estupro, o vídeo no qual o áudio da música estava disponível no YouTube foi excluído do canal oficial da produtora.

O hit de MC Diguinho era o mais ouvido na plataforma de streaming Spotify
O hit de MC Diguinho era o mais ouvido na plataforma de streaming Spotify

 

O hit era o mais ouvido na plataforma de streaming Spotify. A assessoria da plataforma informou ao E+ que recebeu diversas denúncias e entrou em contato com a gravadora, que prometeu retirar a música. A faixa tem trechos como “Taca a bebida/ Depois taca a p…/ E abandona na rua”.

O E+ também entrou em contato com a assessoria do Google para saber se as diretrizes de bloqueio de material do YouTube estão direcionadas somente aos conteúdos visuais explícitos ou se, nesse caso, a letra da música também poderia ser um fator impeditivo para sua publicação na plataforma.

A assessoria do Google, proprietária do YouTube, afirmou que não comenta casos específicos. No entanto, poucas horas antes do previsto para a publicação do clipe, o vídeo do canal oficial da produtora com o áudio da foi excluído.

Mesmo assim, Só Surubinha de Leve ainda está disponível em outros vídeos e canais menores do YouTube.

Leia Também

Saiba como conhecer Nova York fazendo um cruzeiro pelo rio que corta a cidade

* Por: da redação - 16 de agosto de 2018. Saiba como conhecer Nova York …

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.O espaço de comentários em nossos artigos é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *