Publicidade

Inicio » Minas Gerais » MG – Minas Gerais registra 108 mortes por febre amarela

MG – Minas Gerais registra 108 mortes por febre amarela

MG – Minas Gerais registra 108 mortes por febre amarela

As mortes por febre amarela continuam a subir em Minas Gerais, segundo dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES). Minas teve 108 mortes confirmadas pela doença desde julho do ano passado. Outras 212 pessoas estão internadas ou receberam alta, o que totaliza 320 casos da doença.

Ao menos 2 milhões de pessoas ainda não se vacinaram contra febre amarela em MG
Ao menos 2 milhões de pessoas ainda não se vacinaram contra febre amarela em MG

 

A cidade mineira com mais casos por febre amarela no período é Mariana, na região central do Estado, com 31 casos (destes, sete pessoas morreram). Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte, registrou até o momento 27 casos e oito mortes. A terceira cidade com mais casos é Juiz de Fora, na zona da mata, com 23, sendo cinco mortes. No total, 87 cidades mineiras registraram casos de febre amarela até o momento.

A secretaria informou ainda que 280 pessoas que adquiriram a doença são do sexo masculino e 40 do sexo feminino.

Pessoas com mais de 40 anos foram mais atingidas pela doença. Dos 108 mortos, 94 estavam acima dos 40 anos. Até o momento, 14 pessoas com 39 anos ou menos morrerem em decorrência do vírus da febre amarela.

Vacina

A melhor forma de se proteger contra o vírus da febre amarela é por meio da vacinação, informou ainda a secretária. De acordo com a secretária, cerca de 2 milhões de pessoas ainda não se vacinaram. Essas pessoas têm idade entre 15 e 59 anos. Uma dose basta para ficar imunizado para toda vida, segundo a secretaria.

“Atualmente, a cobertura vacinal acumulada de febre amarela em Minas Gerais está em torno de 90% (…) Entre os 853 municípios do Estado, 25,44% (217) deles não alcançaram 80% de cobertura vacinal; outros 34,47% (294) dos municípios têm entre 80% e 94,9% de seus moradores vacinados; com mais de 95%, estão 40,09% (342) das cidades mineiras com recomendação de vacina”, diz trecho do boletim epidemiológico.

O Estado investiga o caso de 11 pessoas que foram vacinadas, mas, mesmo assim, foram diagnosticadas com a doença. A secretaria ressalta que a vacinação tem eficácia comprovada entre 95% e 98%.

Leia Também

IFNMG abre inscrições para 1.500 vagas em 11 cursos gratuitos

IFNMG abre inscrições para 1.500 vagas em 11 cursos gratuitos

* Por: Jornal Montes Claros - 25 de setembro de 2018. IFNMG abre inscrições para …

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.O espaço de comentários em nossos artigos é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *