Publicidade FENICS 2108 - RESERVE JÁ SEU STAND!  
Papa Francisco se dirige aos jovens em novo livro | Jornal Montes Claros
Inicio » Internacional » Europa » Papa Francisco se dirige aos jovens em novo livro

Papa Francisco se dirige aos jovens em novo livro

Papa Francisco se dirige aos jovens em novo livro

O papa Francisco declara seu amor aos jovens, mas adverte sobre as tentações do efêmero, em um livro de conversas, “Deus é jovem”, a ser lançado na terça-feira (20) em vários países.

Livro do Papa será lançado em 6 línguas, inclusive português
Livro do Papa será lançado em 6 línguas, inclusive português

 

Neste livro-entrevista com o escritor e jornalista italiano Thomas Leoncini, Jorge Bergoglio se dirige aos jovens e não à juventude, porque, segundo ele, “a juventude não existe”.

“Falar dos jovens é falar de promessas e falar de alegria”, acrescenta o sumo pontífice. “Mas também é falar de exclusão”, pondera.

“Acredito que devemos pedir desculpas aos jovens porque nem sempre os levamos a sério”, declara o papa argentino de 81 anos, ressaltando que “nem sempre os ajudamos a encontrar o caminho ou os meios que lhes permitiriam não acabar na exclusão”.

“Todo ser humano deve ter a possibilidade concreta de trabalhar, de provar a si mesmo e a seus parentes que é capaz de ganhar a vida”, lembra Francisco, que não deixa de denunciar o poder do dinheiro e da exploração econômica.

“Não se pode aceitar que alguns empregadores exijam dos jovens um emprego precário e às vezes diretamente gratuito”, diz o papa.

Neste livro de 160 páginas, Jorge Bergoglio também relata várias lembranças de sua juventude, sua vocação crescente depois de ter se confessado, os momentos de dúvida que se seguiram.

Ele até fala sobre seus avós, particularmente de sua avó materna que transmitiu seu amor pela música, uma oportunidade para lembrar a necessidade do diálogo entre gerações.

“Os jovens hoje crescem numa sociedade sem raízes”, mas há uma solução, “o diálogo dos jovens com os idosos”.

Porque muitas vezes, explica o pontífice, os jovens têm a ilusão de estarem juntos graças às redes sociais, mas “o problema da internet é precisamente sua natureza virtual”.

Não se deve cair na armadilha da “esterna juventude”, muito frequente entre alguns pais, adverte Francisco.

“Há muitos pais que são adolescentes em suas cabeças, que praticam a vida efêmera eterna e que, conscientemente ou inconscientemente, fazem seus filhos vítimas desse jogo perverso”, insiste.

Além disso, o papa denuncia os estragos da cirurgia estética, na moda entre os jovens em alguns países, particularmente na América Latina, onde muitos procuram “corresponder aos padrões da sociedade para não acabar entre os excluídos”.

Leia Também

Companhias ampliam ofertas de voos entre o Brasil e a Argentina

* Por: da redação - 26 de Abril de 2018. Companhias ampliam ofertas de voos …

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. Os espaços abaixo são destinados para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anónimos (sem um nome completo e e-mail valido).



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *