FENICS 2019 - ACI

Obtenha mais clientes com a sua ficha do Google

Inicio » Esporte » Campeonato Mineiro » Campeonato Mineiro – Atlético vence o América novamente e vai à decisão do Mineiro

Campeonato Mineiro – Atlético vence o América novamente e vai à decisão do Mineiro

Campeonato Mineiro – Atlético vence o América novamente e vai à decisão do Mineiro

Teve polêmica de novo, mas desta vez, sem reclamação do América, que ficou devendo futebol. Sem nada a ver com isso, o Atlético foi superior, dominou a partida, criou as melhores chances e se classificou com justiça para a final do Campeonato Mineiro. O Galo carimbou a classificação ao bater o Coelho por 2 a 0, neste domingo, no Independência, pelo jogo de volta da semifinal.

Em rápido contra-ataque, Elias marcou o segundo gol atleticano.
Em rápido contra-ataque, Elias marcou o segundo gol atleticano.

 

Fábio Santos e Elias fizeram os gols da partida, que coloca o alvinegro frente a frente com o Cruzeiro, na decisão da competição regional. Sem conseguir criar muitas chances, os americanos precisam fazer ajustes na equipe para a Série A, pois o grande objetivo do clube é permanecer na elite do futebol brasileiro.

As finais serão disputadas nos dois próximos domingos. O primeiro será no Independência e o segundo, no Mineirão. A Raposa joga por dois resultados iguais por ter terminado a primeira fase como líder da disputa.

O JOGO. Mesmo com a vantagem por ter vencido o primeiro confronto, o alvinegro começou em cima, com muita movimentação do seu setor ofensivo. Luan, o mais efetivo, além de buscar a bola enfiada para Ricardo Oliveira, teve duas boas chances logo no início, mas desperdiçou. O camisa 9 atleticano levou perigo em uma cabeçada. A bola passou raspando.

Precisando de uma vitória simples, o alviverde não se mandava ao ataque. Tinha cautela para não sofrer com os contra-ataques e deixar sua missão ainda mais complicada. Com dificuldades na criação de jogadas, os americanos usavam as faltas de longa e média distância para tentar levar algum perigo. Sem sucesso.

Aos poucos, o América ia avançando suas linhas de marcação, tentava pressionar o rival e manter a bola no campo de ataque. O Atlético recuou um pouco e passou a optar pela saída em velocidade. Quando conseguia, levava perigo. Otero, aos 27 min, acertou o travessão em cobrança de falta. Na sequência, Gabriel cabeceou raspando a trave de Jori.

Nos últimos lances do primeiro tempo, uma chance para cada lado e mais polêmica. David cobrou escanteio e Rafael Lima cabeceou no canto. Victor tirou em cima da linha. Apesar de ficar a dúvida sobre se a bola entrou ou não, o capitão do América disse que não foi gol. No contra-ataque, Cazares arrancou com a bola dominada e rolou para Ricardo Oliveira, que chutou na rede pelo lado de fora.

Precisando da vitória, o América começou o segundo tempo tentando pressionar. As bolas levantadas, no entanto não levaram perigo. A situação americana ficou ainda mais complicada aos 6 min. Após bobeada de Zé Ricardo, Luan roubou a bola e tocou para Ricardo Oliveira. O centroavante tocou na medida para Fábio Santos, que chutou de esquerda e abriu o marcador.

O Coelho tinha que virar para se classificar. O técnico Enderson Moreira, então, colocou Ruy no lugar de Aylon e Marquinhos na vaga do volante David. Mesmo com três atacantes e dois meias, a primeira jogada ofensiva criada pelo alviverde ocorreu só aos 21 minutos do segundo tempo, quando Serginho isolou. Muito pouco para quem precisava vencer para chegar à final do Estadual.

Com mais espaços, o Atlético aproveitou um contra-ataque para ampliar. Cazares se livrou da marcação, arrancou e rolou para Elias, que bateu na saída de Jori para fazer 2 a 0.

O América insistiu para tentar marcar o seu gol de honra. O meia Serginho até chegou a acertar a trave em uma cabeçada. No entanto, o alviverde não teve força para reagir e ficou pelo caminho no Campeonato Mineiro.

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *