OI TOTAL COM FIBRA
Inicio » Colunistas » Aldeci Xavier » Coluna do Aldeci Xavier – Polícia Federal

Coluna do Aldeci Xavier – Polícia Federal

Coluna do Aldeci Xavier – Polícia Federal

Polícia Federal

Há cerca de quatro anos, ou pouco mais, no Norte de Minas, a Polícia Federal deflagrou operação que envolveu prefeitos, ex-prefeitos e um deputado federal. A acusação era de desvio de recursos do Ministério do Turismo. O dinheiro era liberado e quando o serviço não era realizado, acontecia pelas metades. Um dos cinco empresários envolvidos, proprietário de serviço de som, fez delação premiada. Depois de concluído, o processo foi enviado ao STF porque envolvia deputado federal que tinha foro privilegiado. Como não houve desmembramento, ninguém pode ser julgado Acontece que o deputado em questão, agora como suplente, teve que deixar o cargo para o titular. Vale dizer que o processo pode ser requisitado pela Justiça de primeiro grau. Aliás, entre os ex-prefeitos envolvidos, tem gente que conseguiu se eleger na última eleição. Com a palavra a Polícia Federal e a Justiça Federal de Monte Claros.

Sucessão em Minas
O quadro sucessório no estado está tão indefinido que ficou difícil, inclusive, fazer o chamado “exercício de futurologia”. A dificuldade da leitura está justamente na briga acirrada por espaço na disputa majoritária, principalmente na chapa de Fernando Pimentel (PT) e de Antonio Anastasia (PSDB). Na base governista, a chegada da ex-presidente Dilma Rousseff tem dificultado acordo, já que é menos uma vaga para negociar. O mesmo acontece com a base de oposição, onde sobrou apenas uma vaga para o Senado e outra de vice para abrigar Rodrigo Pacheco (DEM), um nome do PSD e, quem sabe, o próprio Aécio Neves. Vale lembrar que uma das vagas para o Senado está comprometida com Dinis Pinheiro (Solidariedade). Aliás, o PSD já fala no nome de Marcos Montes para vice.

Justificativa
Quando acertou com o ex-presidente Lula a mudança do domicílio eleitoral para Minas, a ex-presidente Dilma Rousseff justificou que era para ficar perto de sua mãe, hoje com 94 anos. Na verdade, a decisão foi baseada em pesquisa de intenção de voto, que demonstrou de forma clara que ela não teria nenhuma chance de êxito nas urnas pelo Rio Grande do Sul. Por aqui, os números foram melhores.

Improvável provável
A leitura do quadro político em Minas está tão complicada que o até então improvável pode acontecer. Nos bastidores, já tem gente falando, por exemplo, na candidatura ao governo de Minas da ex-presidente Dilma Rousseff, no caso de Pimentel verificar dificuldade em vencer o pleito. Outra conversa de “boca miúda” é a possibilidade do ex-prefeito de BH Marcio Lacerda (PSB) desistir de ser cabeça de chapa para compor com um dos candidatos com maior possibilidade, como Anastasia. É que, antes do lançamento do nome do senador tucano, vários partidos já tinham acertado apoio a sua candidatura e hoje a conversa se limita ao PROS e o PRTB.

Audiência pública
Informação da assessoria do deputado estadual Carlos Pimenta (PDT) dá conta de que a Comissão de Desenvolvimento Econômico da Assembleia Legislativa, marcou para a próxima terça-feira, às 14h30, audiência para debater a ampliação do Distrito Industrial de Montes Claros.

 

Aldeci Xavier
Aldeci Xavier

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.O espaço de comentários em nossos artigos é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *