Publicidade FENICS 2108 - RESERVE JÁ,JÁ, SEU STAND!  

PUBLICIDADE

COPASA - MONTES CLAROS
Inicio » Esporte » Brasileirão » Brasileirão 2018 – Cruzeiro só empata com o Paraná

Brasileirão 2018 – Cruzeiro só empata com o Paraná

Brasileirão 2018 – Cruzeiro só empata com o Paraná

Para se despedir do Campeonato Brasileiro com uma vitória e, finalmente, ir para um período de cerca de 10 dias de folga, o Cruzeiro teve pela frente, na noite desta quarta-feira, o Paraná, vice-lanterna da competição.

Brasileirão 2018 - Cruzeiro só empata com o Paraná
Brasileirão 2018 – Cruzeiro só empata com o Paraná

 

Mesmo fora de casa, era possível sair da Vila Capanema com os três pontos, sabendo que seria necessário fazer por onde para jogar para trás os dois jogos seguidos sem vitória.

Na teoria, a missão poderia não ser vista com bons olhos, uma vez que o técnico Mano Menezes começou o jogo com quatro homens pouco criativos no meio-campo. “A ideia é manter a estrutura e fazer duas linhas de quatro, com dois jogadores na frente mais centralizados para termos maior poder de fogo”, justificou Mano. Na prática, isso pouco aconteceu. Parecia que os jogadores não viam a hora do descanso em virtude do Mundial.

A expectativa de um jogo ‘amarrado’ no meio-campo se confirmou, com direito a muitos erros de passes e pouca criatividade na armação. Este panorama se manteve durante os 90min, sendo quase um ‘castigo’ para quem foi obrigado a ver um confronto de baixo nível técnico e quase nenhuma inspiração. O empate de 1 a 1 foi justo dentro do que foi apresentado, mas ficou ruim para os dois lados que precisavam somar mais pontos. O Paraná segue na vice-lanterna e o Cruzeiro retornará da Copa no meio de tabela, somando dois pontos nos últimos nove disputados.

Até os 30min, nenhum lance real de perigo havia sido construído. A impressão era que os dois times se estudavam além da conta e esperavam pelo momento ideal para se arriscar ao ataque. As falhas cometidas por ambos os times eram insuficientes para que bons lances surgissem, deixando o duelo sonolento. O excesso de marcação gerou nada menos de que nove cartões amarelos.

A falta de um homem criativo como Thiago Neves, que nem foi relacionado com edema na panturrilha, deixava a missão cruzeirense de chegar ao ataque ainda mais complicada. Não bastando os erros dos jogadores, a arbitragem também prejudicou ao assinalar impedimento de Rafael Sóbis em lance claro, quando o atacante sairia de frente com o goleiro após lançamento vindo do meio-campo. O momento em que um dos times mais se aproximou do gol veio em finalização fraca de Robinho após boa jogada de Raniel, antes de Mancuello exigir boa defesa do goleiro paranista.

Foi tudo dentro do paupérrimo primeiro tempo. “Eles se postam todos atrás da linha da bola e precisamos entender isso. Estamos rodando a bola e precisamos achar um jeito de sair desta situação”, analisou Robinho no intervalo. Dificilmente, o segundo tempo seria pior do que o primeiro. Uma bola chutada por Robinho, para fora, em rebote do goleiro, logo aos 3min, dava indícios de que algo melhor estava por vir. O meio-campo mostrava que era um dos que mais chegava à frente no time celeste, mas pecava na hora H. A entrada de Patrick Brey surtiu efeito quando o jovem sofreu pênalti aos 17min. A cobrança no meio de gol de Sóbis colocou o Cruzeiro na frente.

Mesmo com o Paraná precisando pontuar, a limitação técnica do time tricolor ficou evidente. Na sua, sem precisar mais se lançar para o ataque, o Cruzeiro só esperava, sem fazer questão de tornar o jogo mais atrativo. O castigo por não propor nada de diferente veio em tento de Silvinho aproveitando falha em jogada aérea. Até o final, os times bem que tentaram mostrar alguma coisa, sem sucesso algum em uma empreitada para ser esquecida.

FICHA TECNICA
PARANÁ 1 X 1 CRUZEIRO

PARANÁ
Thiago Rodrigues; Júnior, Neris, Rayan e Igor; Leandro Vilela, Torito González (Jhonny Lucas) e Caio Henrique (Guilheme Biteco); Silvinho, Carlos (Alex Santana) e Thiago Santos.
Técnico: Rogério Micale

CRUZEIRO
Fábio; Ezequiel, Dedé, Leo e Marcelo Hermes (Rafinha); Romero, Lucas Silva, Mancuello (Patrick Brey), Robinho e Rafael Sobis; Raniel
Técnico: Mano Menezes

Local: Estádio Vila Capanema, em Curitiba-PR
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (FIFA/PA)
Gols: Rafael Sóbis (C), Silvinho (P)
Cartões amarelos: Júnior, Néris, Igor, Carlos, Rayan, Jhnonny Lucas, González (P), Lucas Silva, Sassá (C)
Público: não informado
Renda:  não informado

ATUAÇÕES
Fábio – espectador – 5
Ezequiel – discreto – 4
Dedé – firme atrás – 6
Léo – sem comprometer – 5
Marcelo Hermes – poucos avanços – 4
Rafinha – entrou no final – s/n
Romero – fechou bem os espaços no meio – 5
Mancuello – muitos erros de passes – 4
Patrick Brey – boa movimentação causou pênalti sofrido – 5
Robinho – o que mais chegou ao gol paranista – 6
Lucas Silva – limitado pelo desgaste físico – 5
Rafael Sóbis – autor do gol; mais luta do que bola – 5
Raniel  – dedicação surtiu pouco efeito na frente – 4
Sassá – apareceu pouco em jogo brigado – 4

Leia Também

Técnicos da Emater-MG participam de capacitação para trabalhos com povos e comunidades tradicionais no Norte de Minas

Técnicos da Emater-MG participam de capacitação para trabalhos com povos e comunidades tradicionais no Norte de Minas

* Por: Jornal Montes Claros - 16 de junho de 2018. Técnicos da Emater-MG participam …

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas. O espaço de comentários em nossos artigos é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido).



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *