Vaga no Bolso

Inicio » Norte de Minas » Instituto Gil Nogueira homenageia crianças e professores do norte de Minas em seu primeiro ano no projeto ‘Ler é viver’

Instituto Gil Nogueira homenageia crianças e professores do norte de Minas em seu primeiro ano no projeto ‘Ler é viver’

Instituto Gil Nogueira homenageia crianças e professores do norte de Minas em seu primeiro ano no projeto ‘Ler é viver’

Nos dias 12 e 13 de julho, o Instituto Gil Nogueira (IGN) vai premiar alunos de quatro escolas beneficiadas pelo projeto ‘Ler é viver’ em Várzea da Palma, Buritizeiro e Olhos D’Água, todas patrocinadas pela Rima. O Grupo Rima é líder na produção e comercialização de ligas à base de silício no Brasil. E o único produtor de magnésio primário do Hemisfério Sul.

Instituto Gil Nogueira homenageia crianças e professores do norte de Minas em seu primeiro ano no projeto ‘Ler é viver’
Instituto Gil Nogueira homenageia crianças e professores do norte de Minas em seu primeiro ano no projeto ‘Ler é viver’

 

O projeto ‘Ler é Viver’ tem o intuito de difundir a literatura entre alunos da rede pública de Belo Horizonte e algumas cidades do interior mineiro. No início de cada semestre letivo, cada sala de aula das escolas participantes recebe uma caixa contendo 30 livros de literatura infantil, que podem ser levados para casa ou lidos em sala de aula. As crianças são estimuladas a ler e a interpretar os livros, a partir de incentivos, como as oficinas semanais de “contação de histórias” e uma premiação semestral que contempla alunos com melhor desempenho na interpretação das obras lidas, mensurado por meio de uma avaliação pedagógica. Os professores também são premiados, todo semestre, a partir do alcance de média de 10 volumes lidos e interpretados por sala.

As 350 crianças assistidas pelo programa no interior surpreenderam e superaram as expectativas do projeto. Mais de 70% delas foram premiadas, sendo que 61% na categoria ouro. Ou seja, as professoras têm feito um ótimo trabalho, em parceria com a supervisão do projeto e apoio das famílias. “O sucesso do projeto no interior de Minas foi tão grande que envolveu até mesmo os familiares dos alunos. As crianças levavam seus pais à escola uma vez por mês e juntos, pais e filhos, assistiam à contação de histórias e interpretavam os livros depois”, declara Ana Cláudia Ourivio, supervisora pedagógica do projeto. “Além disso, a liberdade das crianças poderem levar os livros para casa, a mudança na rotina das atividades escolares no dia da visita do projeto, a expectativa delas pela história que seria contada, tudo foi uma experiência única e maravilhosa. A gratidão delas é tão palpável, que, no dia do fechamento do projeto, em que sempre levamos uma atração cultural, as crianças vão fazer uma apresentação para nós, como agradecimento pela oportunidade de participarem do ‘Ler é Viver’”, se emociona Ana Cláudia.

Sobre o IGN

O Instituto Gil Nogueira é uma ONG qualificada pelo Ministério da Justiça como Oscip (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público). Foi constituída, em 2006, com o objetivo de reduzir o analfabetismo funcional por meio da leitura, desenvolvendo ações junto à sociedade, como o projeto “Ler é Viver”, que já beneficiou mais de 55 mil crianças do ensino fundamental da rede pública de ensino do Estado de Minas Gerais. Ao longo dos seus 11 anos, mais de 1 milhão de livros foram lidos e interpretados em 50 escolas.

O objetivo do projeto é aproximar os livros das crianças e tudo o que vem junto com eles como conhecimento, cultura, informação e o despertar da curiosidade, pois quanto mais as pessoas leem, mais querem saber. O intuito é proporcionar mais educação, cultura e literatura às pessoas, pois os idealizadores do projeto acreditam que é com isso que o Brasil vai melhorar.

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.O espaço de comentários em nossos artigos é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *