Inicio » Nacional » Filho de ex-prefeito de Anápolis agride ex-namorada advogada

Filho de ex-prefeito de Anápolis agride ex-namorada advogada

Filho de ex-prefeito de Anápolis agride ex-namorada advogada

 Uma advogada de 26 anos, gravou com uma câmera escondida o momento em que foi agredida pelo ex-namorado e piloto Victor Junquiera, de 24 anos, após uma discussão, em Goiânia. As cenas da agressão viralizaram nas redes sociais no início desta semana, mesmo sem a autorização da vítima. 

Advogada gravou com uma câmera escondida o momento em que foi agredida pelo ex-namorado e piloto Victor Junquiera
Advogada gravou com uma câmera escondida o momento em que foi agredida pelo ex-namorado e piloto Victor Junquiera

 

No vídeo, gravado pela mulher é possível ver o momento em que Victor, que é filho do ex-prefeito da cidade de Anápolis, em Goiás, Eurípedes Junqueira, desfere tapas e socos na ex- companheira. “Você acha justo chegar e me bater?”, questiona Luciana. “Super injusto, saca? Mas pelo menos acabou”, rebate Victor antes de iniciar a agressão.

Conforme a delegada titular Ana Elisa Gomes, da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM) em Goiás onde a advogada registrou a ocorrência, as agressões ocorreram dia nbsp;14 de dezembro. A mulher prestou queixa no dia 15 e pediu sigilo em relação a sua identidade.

Ana Elisa diz que a ex-namorada de Victor Junqueira passou o vídeo para um conhecido no sentido de pedir ajuda e orientações sobre o que fazer e o vídeo viralizou. “A própria advogada está extremamente constrangida com a revelação da identidade dela na internet”, disse a delegada.

Ana Elisa informou ainda que todos os procedimentos cabíveis, como medidas protetivas, oitiva das pessoas envolvidas e exames de corpo delito já foram providenciadas. O rapaz também prestou depoimento na mesma delegacia onde compareceu acompanhado de seu advogado.

Segundo a delegada, o inquérito deve ser concluído ainda nessa semana e remetido ao poder judiciário. O piloto excluiu todos os perfis que mantinha nas redes sociais.

Em apoio à advogada, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) publicou uma nota de repúdio. No comunicado, a subseção da OAB de Anápolis pede que o vídeo ou qualquer imagem que exponha a figura de Luciana, deixem de ser compartilhados na internet.

“A Diretoria da Ordem dos Advogados do Brasil, Subseção de Anápolis, vem a público lamentar veementemente o episódio de agressões gratuitas sofridas pela Advogada Drª Luciana Pereira Sinzimbra. Outrossim, em atenção à vontade explicitada pela nobre colega, uma vez já tendo adotado todas as medidas legais pertinentes, pedimos que eventuais mídias (vídeos ou fotografias) que exponham sua imagem, não sejam repassados ou encaminhados via redes sociais ou quaisquer outros meios, uma vez que a Justiça (meio adequado) já foi devidamente acionada e está à frente do caso. Por fim, reiteramos nossa posição firme e intransigente contra todo e qualquer tipo de violência, pedindo a Deus que paz e concórdia venham à tona no ano vindouro.”

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.O espaço de comentários em nossos artigos é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido).



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *