FENICS 2019 - ACI

Obtenha mais clientes com a sua ficha do Google

Inicio » Esporte » Campeonato Mineiro » Campeonato Mineiro – Cruzeiro vence o Patrocinense em 1º jogo no Mineirão

Campeonato Mineiro – Cruzeiro vence o Patrocinense em 1º jogo no Mineirão

Campeonato Mineiro – Cruzeiro vence o Patrocinense em 1º jogo no Mineirão

Em sua estreia jogando em casa o Cruzeiro fez o seu papel: venceu e conquistou mais três pontos no Campeonato Mineiro. Na segunda rodada do Estadual nesta quarta-feira (23), a Raposa bateu o Patrocinense por 1 a 0 e segue na parte de cima da tabela de classificação.

Campeonato Mineiro - Cruzeiro vence o Patrocinense em 1º jogo no Mineirão
Campeonato Mineiro – Cruzeiro vence o Patrocinense em 1º jogo no Mineirão

 

O duelo marcou a estreia de dois reforços celestes, o lateral-direito Orejuela e o volante Jadson, que foram elogiados por Mano Menezes.

Com a vitória o time de Mano Menezes chega aos seis pontos, mesma pontuação da surpresa Tupynambás, recém-promovido ao Módulo I do Mineiro, e que lidera momentaneamente a competição.

A próxima partida da Raposa é o clássico com o Atlético, no domingo, também no Minerão.  O jogo está marcado para as 11h, e pode deixar o clube estrelado em condições ainda melhores na tabela em caso de vitória, já que o rival perdeu para o Tombense na rodada.

O jogo

O primeiro tempo esteve longe de ser vistoso tecnicamente, mas o que se viu em campo foi um jogo acelerado e de duas equipes que se lançavam ao ataque. O Cruzeiro, equipe de mais qualidade, mesmo com os jogadores ainda pegando ritmo e “ganhando gás” no início da temporada, pressionou bastante o adversário. Mas apesar da inferioridade, os jogadores do Patrocinense não se entregaram e seguraram o time estrelado no fim da primeira etapa.

Veio da cabeça do atacante David o único gol do Cruzeiro no jogo. Aos 42 minutos, Egídio cruzou da esquerda e, posicionado no centro da área, o camisa 11 testou para o gol. A bola bateu no travessão e nem precisou balançar a rede, mas ultrapassou toda a linha da meta do Patrocinense: 1 a 0.

O lance gerou reclamação do time de Patrocínio, mas a arbitragem confirmou de forma certa o gol estrelado.

Na hora, não deu não (para ver se a bola entrou totalmente). Tive a felicidade de cabecear bem, apesar que ela subiu o pouco. Levantei o braço para pedir, bandeirinha deu, muito feliz pela atuação novamente”, disse o atacante antes de sair de campo, já que sofreu lesão na coxa direita no segundo tempo.

Após o intervalo o Patrocinense se lançou mais ao ataque e por pouco não conseguiu o empate. Aos 3 minutos o Cruzeiro perdeu o autor do gol. David sentiu fisgada na coxa direita e deixou o campo, preocupando a comissão técnica celeste. O jogador iniciou o tratamento, enfaixou todo o local lesionado, e será avaliado novamente nesta quinta-feira (24).

O goleiro Fábio fez defesa milagrosa aos 24 minutos e impediu o empate do Patrocinense. Arilson perdeu chance incrível, após ganhar na corrida dos zagueiros celestes. O camisa 1 estrelado fez excelente intervenção.

Cinco minutos depois o Cruzeiro obrigou o goleiro visitante a fazer milagre. Robinho cobrou escanteio da esquerda, Léo subiu no meio da grande área e cabeceou. O goleiro Júlio César defendeu e impediu o segundo gol estrelado.

Aos 39 minutos Sassá acertou uma bola no travessão e a galera quase gritou gol. E o próprio atacante se envolveu em uma discussão com o volante Bruno Moreno, mas a galera “abafou” a confusão e tudo ficou certo.
No final, vitória celeste por 1 a 0 e mais três pontos na conta da Raposa.

CRUZEIRO 1X0 PATROCINENSE

Motivo: 2ª rodada do Campeonato Mineiro
Data: 23 de janeiro de 2019 (quarta-feira)
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Michel Patrick Costa Guimarães
Assistentes: Marcus Vinícius Gomes e Leonardo Henrique Pereira.
Gol: David,  aos 42 minutos do primeiro tempo.
Pagantes: 11.363
Presentes: 15.141
​Renda: R$ 136.550,50

CRUZEIRO – Fábio; Luis Orejuela, Leo, Murilo e Egídio; Lucas Romero, Jadson e Ariel Cabral (Lucas Silva); Robinho, David (Sassá) e Fred (Raniel). Técnico: Mano Menezes

PATROCINENSE – Júlio César; Ângelo, Diego Borges, Betão e Ian Barreto; Bruno Moreno, Arílson, Dedê e Pavani (Tony Galego); Davi Lopes (Fernando) e Felipe Alves (Gabriel Barcos). Técnico: Wellington Fajardo

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *