Casa das Apostas Online Betway

Últimas Notícias

SAIBA MAIS AQUI - FAÇA CLICK

Inicio » Arruda » Coluna da Jerusia Arruda – Discurso enxuto

Coluna da Jerusia Arruda – Discurso enxuto

Coluna da Jerusia Arruda – Discurso enxuto

DISCURSO ENXUTO

O discurso de seis minutos e meio do presidente Jair Bolsonaro em Davos deixou os mercados de mau humor. A Bolsa caiu 0,94%, enquanto o dólar teve alta de 1,25%, a maior valorização diária em dois meses. Os investidores esperavam que o presidente desse mais detalhes de seus planos econômicos, especialmente a reforma da Previdência. Bolsonaro, porém, foi vago em seu discurso na abertura do Fórum Econômico Mundial. “Faremos as reformas que o mundo espera de nós”, disse o presidente, que tinha até 45 minutos para a sua exposição, mas preferiu manter a linha do discurso que costuma fazer no Twitter.

COMBATE À CORRUPÇÃO

No discurso, Bolsonaro destacou a presença do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e disse que ele é “o homem certo para o combate à corrupção e o combate à lavagem de dinheiro”.

DÁ MEDO

O discurso, considerado pela oposição como “vazio”, também foi criticado pelo economista Robert Shiller, prêmio Nobel de Economia, que disse que “o Brasil é um grande país, merece alguém melhor. Ele (Bolsonaro) me dá medo”.

EXEMPLO PARA O MUNDO

Após o discurso, Bolsonaro respondeu a perguntas dos organizadores do fórum sobre preservação do meio ambiente e desenvolvimento econômico, combate à corrupção e crescimento da América Latina. O presidente disse que o Brasil não abandonará o Acordo do Clima, como foi cogitado por membros do governo. Segundo o presidente, seu esforço será para que o Brasil se torne um exemplo para o mundo.

RESTRIÇÃO

A Arábia Saudita, maior importadora de carne de frango brasileira, barrou a importação de mais cinco frigoríficos do Brasil que forneciam para o país. Dos 58 frigoríficos habilitados pelo Ministério da Agricultura, restaram apenas 25 na lista dos árabes. Em 33 deles, a Arábia Saudita exige alguns acertos para que voltem a exportar. Entre as unidades descredenciadas pelos árabes estão frigoríficos da BRF e da JBS. No Ministério da Agricultura circula a informação de que a restrição pode provocar queda de até 30% no volume exportado pelo país.

INCLUSÃO

A Justiça Federal no Rio de Janeiro determinou que o governo federal e o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) tomem as medidas necessárias para incluir a população de rua de todo o país no censo de 2020. A decisão foi motivada por uma ação movida pela Defensoria Pública da União. No processo, a DPU alegou na Justiça que o Decreto nº 7.053/2009, editado pela Presidência da República, estabeleceu a política nacional para a população de rua e prevê a realização de uma contagem oficial, no entanto, a medida não foi aplicada até o momento.

 

Jerusia Arruda
Jerusia Arruda

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *