Vaga no Bolso

Inicio » Colunistas » Jerusia Arruda » Coluna da Jerusia Arruda – Ministro do turismo

Coluna da Jerusia Arruda – Ministro do turismo

Coluna da Jerusia Arruda – Ministro do turismo

Ministro Do Turismo

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, eleito pelo PSL-MG, tomou posse nesta quarta-feira na Câmara Federal. Ele deveria ter tomado posse oficialmente no dia 1º de fevereiro, mas na data estava de licença médica após passar uma cirurgia. Marcelo Álvaro foi deputado federal majoritário em Minas Gerais, com 230.008 votos. Para que pudesse tomar posse, ele foi exonerado e deverá retomar as atividades frente ao Ministério ainda nesta quinta-feira.

RUÍDO

A publicação da exoneração do ministro Marcelo Álvaro no Diário Oficial da União desta terça-feira causou certo ruído. Isso porque a exoneração aconteceu um dia após a publicação de uma reportagem pelo jornal Folha de S. Paulo acusando o ministro de usar candidatos a deputados federais “laranjas” para desviar recursos na eleição passada. O valor seria de R$ 279 mil. Mas o próprio deputado esclareceu em uma rede social que o ato seria apenas para cumprir as formalidades de posse na Câmara.

FOGO AMIGO

A informação que circula nos bastidores é que um deputado federal eleito com pouca votação pelo PSL, em Minas, querendo a presidência do partido na região onde foi eleito, teria passado a ‘pauta dos laranjas’ para um repórter da Folha, que embarcou na denúncia. Em resposta, a assessoria do ministro informou que todas as contas dos envolvidos citados na matéria foram aprovadas pela Justiça Eleitoral, inclusive a do próprio Marcelo Álvaro.

NOVA CONDENAÇÃO

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi condenado nesta quarta a 12 anos e 11 meses de prisão no processo da Operação Lava Jato sobre obras realizadas por empreiteiras em um sítio de Atibaia (SP). Lula foi punido pelos crimes de corrupção ativa, corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

OPINIÕES DIVIDIDAS

A sentença da juíza Gabriela Hardt causou manifestações acaloradas no Congresso e nas redes sociais. O ex-senador Lindbergh Farias afirmou que “querem que Lula morra na cadeia”. Já o deputado Julian Lemos (PSL-PB) disse que “foi feita justiça”, enquanto o MBL ironizou o ex-presidente com a publicação de memes.

JURISPRUDÊNCIA

No próximo dia 10, o Supremo Tribunal Federal julgará ações que questionam a regra que permitiu a prisão de condenados em tribunais de segunda instância. Uma eventual revisão da jurisprudência faria com que Lula fosse solto, dias depois de o ex-presidente receber a nova pena. Lula ainda é réu em outras cinco ações.

 

Jerusia Arruda
Jerusia Arruda

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.O espaço de comentários em nossos artigos é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido).



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *