PÓS-GRADUAÇÃO PUC MINHAS em MONTES CLAROS

Obtenha mais clientes com a sua ficha do Google
Inicio » Esporte » Campeonato Mineiro » Campeonato Mineiro – América x Cruzeiro: Raposa vence por 3 a 2 e amplia vantagem

Campeonato Mineiro – América x Cruzeiro: Raposa vence por 3 a 2 e amplia vantagem

Campeonato Mineiro – América x Cruzeiro: Raposa vence por 3 a 2 e amplia vantagem

Se o Cruzeiro já tinha a vantagem de jogar por dois resultados iguais contra o América, com a vitória conquistada, neste domingo (31), em pleno Independência, por 3 a 2, no jogo de ida da semifinal do Campeonato Mineiro, o time celeste amplia sua vantagem para chegar até a decisão do Estadual. 

Campeonato Mineiro - América x Cruzeiro: Raposa vence por 3 a 2 e amplia vantagem
Campeonato Mineiro – América x Cruzeiro: Raposa vence por 3 a 2 e amplia vantagem

 

Gols

Após linda enfiada de bola por Rafinha para Egídio, na esquerda, o lateral celeste fez um cruzamento perfeito na cabeça de Fred, que apenas escorou para o fundo das redes, abrindo o placar para o Cruzeiro aos 19 minutos da partida.
Já aos sete minutos do segundo tempo, o artilheiro do Cruzeiro voltou a balançar as redes. Robinho aproveitou a bobeada da defesa americana, roubou a bola e apenas rolou para Fred ampliar o placar.

Na sequência, apenas cinco minutos depois, o zagueiro Diego Jussani aproveitou cobrança de escanteio e testou para o fundo das redes de Fábio, que nada pode fazer.

Aos 26 minutos, o Cruzeiro voltou a marcar, novamente com Fred. Após grande jogada de Marquinhos Gabriel pela esquerda, ele cruzou rasteiro para o centroavante se antecipar ao goleiro Fernando Leal e marcar o terceiro gol celeste e seu terceiro gol na partida.

Quando já parecia que o resultado seria o 3 a 1, para o Cruzeiro, o América conseguiu descontar. Novamente aproveitando a cobrança de escanteio, Jonatas Belusso subiu mais que todo mundo e marcou o segundo gol do Coelho.

Vai pedir música

Com os três gols marcados, Fred chegou a dez e assumiu a liderança isolada da artilharia da competição, que pertencia ao jovem atacante do Atlético, Alerrandro.

Outro destaque da partida foi o trabalho feito pelo Cruzeiro em sua lateral-esquerda. Com subidas alternadas, ora com Egídio, ora com Rafinha, ora com Robinho e ora com Marquinhos Gabriel, o time criou todas as boas jogadas por este lado, tanto que os três gols vieram por esse ‘caminho’.

VAR e atuação de Marcelo de Lima Henrique

Como foi a primeira vez na história que o árbitro de vídeo, VAR, foi utilizado no Independência, parte das atenções da partida também estavam na ‘casinha’ colocada nna lateral do gramado. Porém, em nenhuma jogada houve a necessidade do árbitro Marcelo de Lima Henrique consultar o vídeo.

O lance que chegou mais próximo disso, foi no segundo gol do Cruzeiro, quando após Fred balançar as redes americanas, o árbitro manteve contato com os auxiliares de vídeo, mas sem chegar a ele mesmo pedir para consultar o vídeo.

Público pequeno

Apesar de se tratar de um clássico na semifinal, o Independência estava vazio. Com a decisão da diretoria do América em ceder apenas a carga mínima de ingressos para os cruzeirenses, o estádio recebeu um público muito inferior ao que merecia pela importância da partida.

Que jogada!

Entre os lances mais bonitos da partida, destaque para a belíssima enfiada de bola de Rafinha para Egídio no primeiro gol celeste. O passe de rara felicidade cortou as linhas da defesa americana, colocando o lateral-esquerdo livre para cruzar na cabeça de Fred.

Próximos compromissos

Agora América e Cruzeiro terão semanas distintas antes de voltarem a se enfrentar, no próximo sábado (6), às 19h, só que desta vez no Mineirão. Enquanto o Coelho terá a semana livre para se preparar para a partida, o time celeste viajará até o Equador para enfrentar o Emelec, quarta-feira (3), às 21H30 (de Brasília), pela terceira rodada da fase de grupos da Libertadores.

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *