NordVPN 75% OFF
Inicio » Esporte » Taça Libertadores » Cruzeiro x Emelec: time celeste conhece sua 1ª derrota na Libertadores

Cruzeiro x Emelec: time celeste conhece sua 1ª derrota na Libertadores

Cruzeiro x Emelec: time celeste conhece sua 1ª derrota na Libertadores

O que poderia ser uma noite de recorde para o Cruzeiro se transformou em um duelo para fazer o simples em busca da melhor campanha entre os 32 times da Libertadores. Depois de sair atrás no placar ao sofrer gol pela primeira vez na atual edição, o novo foco foi buscar o empate para se garantir na liderança geral sem depender de outros resultados.

Cruzeiro x Emelec: time celeste conhece sua 1ª derrota na Libertadores

 

Sabendo que uma derrota no Mineirão aliada a um triunfo do Palmeiras poderia lhe tirar a primeira posição, a Raposa partiu pra cima para conseguir o empate. O castigo veio nos últimos minutos, quando Ângulo frustrou as pretensões celestes de depender somente de si para ser o time de melhor campanha. A ordem, agora, é torcer para o Palmeiras não vencer o San Lorenzo para a liderança azul ser confirmada.

Os gols
Depois de Fábio ver seu travessão carimbado, o Emelec percebeu que a posição mais adiantada do goleiro do Cruzeiro poderia render frutos. Foi em chute de fora da área, com Rojas, encobrindo o arqueiro, que o placar foi aberto para o time equatoriano aos 40min. A bola pegou novamente na trave de cima e no goleiro antes de entrar.

Sassá fuzilou as redes do Emelec após cruzamento de Edilson aos 21min do segundo tempo. A bola lançada na área teve passe de cabeça de Léo. Sassá dominou com a barriga antes de jogar pra dentro.

Em rápido contra-ataque, Ângulo colocou na frente para invadir a área. Foi parado somente com falta. Na penalidade, ele mesmo converteu para uma vitória histórica para o Emelec.

Atuação do árbitro
O colombiano Andrés Rojas foi firme nas marcações e conseguiu controlar bem o jogo. Em cima da maioria dos lances, ele não deixou a partida ‘correr solta’ e sua presença em campo colaborou para uma partida sem grandes problemas na parte disciplinar.

Destaque do jogo
A boa postura do time equatoriano, que chegou a ter 65% de posse de bola no primeiro tempo. Mesmo correndo alguns riscos em contra-ataques do Cruzeiro, o Emelec conseguiu se segurar bem, fazendo algo que nenhum outro time tinha conseguido até então no torneio.

Comportamento da torcida
O fato do Cruzeiro já estar classificado fez com que o Cruzeiro visse o menor número de torcedores nos três jogos feitos até aqui pela Libertadores. Os torcedores presentes foram da insatisfação ao final do intervalo, com vaias e pedidos para a entrada de Thiago Neves, à euforia no empate marcado por Sassá.

A igualdade fez a torcida ‘jogar’ junto no resto da partida, precisando se conformar com uma inesperada derrota. Ao final do jogo, uma mistura de vaias com apoio rumo ao momento mais decisivo do torneio.

Polêmica do jogo
Aos 30min do segundo tempo, a vitória do Cruzeiro poderia ter sido sacramentada. David recebeu cruzamento preciso da direita e mandou para as redes de cabeça. O gol foi mal anulado pela arbitragem, que anotou impedimento. O replay mostrou que o atacante celeste estava na mesma linha do marcador.

Próximo adversário
Na Libertadores, o Cruzeiro espera pelo encerramento da última rodada para conhecer o adversário das oitavas de final. Certo é que o time celeste vai encarar alguma equipe que se classificou com a segunda melhor campanha de algum grupo e que o jogo de volta será dentro de casa. Nesta nova fase da competição, não existe o critério de gols fora de casa para desempate.

No domingo, o time encara o Internacional, às 16h, fora de casa, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro para tentar subir mais algumas posições e, quem sabe, entrar no G-4.

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *