Últimas Notícias

MG – Menina de 13 anos é encontrada morta com cabeça submersa em banheira

MG – Menina de 13 anos é encontrada morta com cabeça submersa em banheira

MG  – Uma adolescente de 13 anos foi encontrada morta com sinais de violência pelo corpo e a cabeça submersa em uma banheira, em Nova Serrana região Centro-Oeste de Minas Gerais.

O crime aconteceu na casa em que a menina vivia com a mãe, no bairro Novo Horizonte
O crime aconteceu na casa em que a menina vivia com a mãe, no bairro Novo Horizonte

 

A menina foi encontrada já sem sinais de vida pela mãe, que chegava do trabalho. Ninguém foi preso e a motivação do crime ainda é desconhecida.

À polícia, a mãe da adolescente contou que saiu para trabalhar por volta das 7h da manhã e deixou a filha em casa. A menina estava com febre e sensação de mal-estar e, por isso, não precisou ir para a escola. No meio da tarde, a mãe ainda ligou para saber como ela estava, a menina atendeu e conversou normalmente.

No entanto, por volta das 17h, ao chegar do trabalho, a mulher encontrou sua filha com a cabeça dentro de uma banheira de bebê cheia de água. Desesperada, ela ligou para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) onde foi orientada para tentar reanimar a filha. Mesmo com a massagem cardíaca, a menina não reagiu.

Os militares relatam que, ao chegar na casa, encontraram a mãe já amparada por profissionais do SAMU. No local, havia vestígios de luta corporal, vários fios de cabelo da adolescente estavam espalhados pelo chão e, conforme constatou a perícia, há indícios de que a menina teria morrido esganada.

Segundo a mãe contou para a polícia militar, a adolescente não tinha rixas ou desafetos, não estava namorando e nunca apresentou comportamentos violentos.

A Polícia Civil instaurou um inquérito para apurar os fatos. Os peritos que estiveram na cena do crime constataram que não houve arrombamento e que apenas o celular da menina foi levado. Também foram identificadas lesões por todo o pescoço da garota.

Mãe, amigas e diretora da escola em que a vítima estudava já foram ouvidas. De acordo com a Polícia Civil, são várias as linhas de investigação.