Últimas Notícias

Menino de 13 anos desvenda mistério de mulher desaparecida em 1992

Menino de 13 anos desvenda mistério de mulher desaparecida em 1992

Um adolescente, de 13 anos, desvendou o mistério por trás do desaparecimento de uma mulher, em 1992, em Revelstoke, cidade da província de Colúmbia Britânica no Canadá.

Menino de 13 anos desvenda mistério de mulher desaparecida em 1992
Menino de 13 anos desvenda mistério de mulher desaparecida em 1992

 

Ao atravessar de barco o lago Griffin, Max Werenka avistou um carro no leito. Na ocasião, o nível da água estava baixo.

Quando chegou em casa, o jovem contou para a mãe o que viu. Em seguida, a mulher acionou à Polícia Montada, achando que se tratava de um carro envolvido em um acidente em 2009.

Uma equipe da polícia foi até o local, mas devido à inclinação do Sol, não conseguiu visualizar o veículo.

Mesmo assim, o adolescente resolveu investigar o caso sozinho. Com uma GoPro, ele mergulhou no local e fez imagens do carro, que três dias depois foi levantado pela polícia.

No automóvel, havia o corpo de uma mulher chamada Janet Farris, que estava desaparecida desde 1992, 14 anos antes do jovem detetive nascer.

Segundo a polícia, a mulher estava a caminho de um casamento em Alberta quando sumiu. Após meses de busca, o caso foi encerrado. O filho dela, George Farris, disse à emissora canadense CBC que “a pior coisa era não saber o que havia acontecido”.

A polícia suspeita que o veículo de Janet tenha despencado de uma rodovia que passa ao redor do lago. O garoto ficou conhecido como o “bom detetive” pelos policiais.