Vaga no Bolso

Turbo Pesquisa - CLIQUE AQUI PARA MIAS INFORMAÇÕES
Inicio » Minas Gerais » MG – Copasa enfrenta dificuldade para abastecer cidades mineiras que estão sofrendo com racionamento

MG – Copasa enfrenta dificuldade para abastecer cidades mineiras que estão sofrendo com racionamento

MG – Copasa enfrenta dificuldade para abastecer cidades mineiras que estão sofrendo com racionamento

MG – A Copasa é a empresa responsável por mais de 630 concessões de estações de saneamento espalhadas por todas as regiões de Minas Gerais. No entanto, a companhia vem enfrentando dificuldades para garantir o abastecimento de algumas cidades. Até o momento, 13 municípios enfrentam racionamento.

MG - Copasa enfrenta dificuldade para abastecer cidades mineiras que estão sofrendo com racionamento
MG – Copasa enfrenta dificuldade para abastecer cidades mineiras que estão sofrendo com racionamento

 

A cidade Belo Oriente, na região do Vale do Aço sofre com a distribuição de água controlada desde fevereiro deste ano.

Além de Belo Oriente, Campanário, Ipaba, Nova Módica e Santa Efigênia de Minas, ambas localizadas no Vale do Rio Doce, Brasília de Minas, Capitão Enéas, Curral de Dentro, Divisa Alegre, Taiobeiras, Tumiritinga, no Norte de Minas, Pedra Azul na região do Vale do Jequitinhonha e Urucânia, na Zona da Mata estão passando pelo racionamento.

No entanto, outras 85 cidades já tiveram a restrição de fornecimento encerrada recentemente. Já em relação à captação no Rio das Velhas para o abastecimento da Grande BH, a Copasa afirmou que o volume no trecho está dentro da média, na comparação com anos anteriores.

A companhia ainda disse que eventuais reduções no rio são completadas pela transferência de água de outros sistemas que fornecem para a região metropolitana.

Mas, a Copasa lembrou que desde o rompimento da barragem da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, a captação do Rio Paraopeba está paralisada.

Sendo assim, o abastecimento da Grande BH está sendo garantido pelas represas do Rio Manso, Serra Azul e Vargem das Flores, além da captação diretamente no Rio das Velhas.

Por fim, a empresa disse que ainda é prematuro, antes do próximo período de chuvas, dizer que vai acontecer uma crise hídrica, desabastecimento, rodízio ou racionamento, já que a situação dos mananciais que abastecem a região Metropolitana de Belo Horizonte, no momento, está em condições de atender à população.

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *