Matrículas Aberta - Escola Adventista

Últimas Notícias

SAIBA MAIS AQUI - FAÇA CLICK

Inicio » Nacional » Agronegócio » Valor Bruto da Produção deve fechar o ano com queda de 0,2%

Valor Bruto da Produção deve fechar o ano com queda de 0,2%

Valor Bruto da Produção deve fechar o ano com queda de 0,2%

Café, cana-de-açúcar e soja estão entre as principais culturas que terão queda de preços e produção, o que deve impactar o VBP neste ano.

Previsão da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) mostra que o Valor Bruto da Produção (VBP), que mede o faturamento bruto da atividade dentro da propriedade, deve registrar queda de 0,2% em 2019. Segundo a CNA, o resultado é praticamente estável na comparação com o ano passado, totalizando R$ 609,7 bilhões.

Segundo a CNA, a pecuária será a responsável por garantir esta estabilidade. O setor deve fechar o ano em R$ 232,9 bilhões, alta de 7% em relação a 2018. A suinocultura é destaque e deve ter crescimento de 22,9%, e da avicultura, com elevação de 14,2%, principalmente pela maior demanda por conta da peste suína na China.

Para a carne bovina, a projeção é de expansão de 3,6% no VBP em 2019, na comparação com 2018. Para o leite a estimativa é de alta de 8,7%. Já a agricultura terá queda de 4,1% no VBP, somando R$ 376,8 bilhões.

Café, cana-de-açúcar e soja estão entre as principais culturas que terão queda de preços e produção, o que deve impactar o VBP neste ano. Com menos produção, a tendência é de mais oferta de tratores usados no mercado para compra. Isso acontece em função de muitos produtores colocarem a venda equipamentos para pagaras dívidas.

No caso do algodão e do milho, apesar dos preços menores, a elevação da produção vai garantir, nas duas culturas, altas de 13,1% e 15,8% no VBP, respectivamente. A produção maior gera outros setores da economia, incluindo aumento da venda de tratores e mais empregos.

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *