Matrículas Aberta - Escola Adventista

Últimas Notícias

SAIBA MAIS AQUI - FAÇA CLICK

Inicio » Norte de Minas » Norte de Minas – Obras no Canal do Gorutuba e barragem de Jequitaí são prioridades da Codevasf

Norte de Minas – Obras no Canal do Gorutuba e barragem de Jequitaí são prioridades da Codevasf

Norte de Minas – Obras no Canal do Gorutuba e barragem de Jequitaí são prioridades da Codevasf

Norte de Minas – As obras do canal de irrigação do Gorutuba e a retomada do projeto de construção da barragem do Jequitaí serão as prioridades da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) para o ano de 2020. A afirmação foi do senador Carlos Viana (PSD/MG) e do novo superintendente da Codevasf em Minas Gerais, Marcos Câmara, que se reuniram nesta quinta-feira (19), na sede da Companhia, em Montes Claros.

Norte de Minas - Obras no Canal do Gorutuba e barragem de Jequitaí são prioridades da Codevasf
Norte de Minas – Obras no Canal do Gorutuba e barragem de Jequitaí são prioridades da Codevasf

 

“A retomada destas obras é uma demanda do povo da região Norte e será fundamental para o combate à seca. Os recursos para as duas obras já estão reservados”, disse o senador Carlos Viana.

De acordo com o senador mineiro, há cerca de R$ 12 milhões destinados ao Projeto Gorutuba, o que beneficiará cerca de 10 mil pessoas com empregos diretos e indiretos. “É uma vitória importante para o povo mineiro. Muitos produtores dependem desse canal para suas atividades. As obras estão paradas há cinco anos”, explicou Carlos Viana.

No Gorutuba, há 60% de pequenos produtores e 40% de médios e grandes empresários que desenvolvem atividades como a produção de banana (82%), uva (8%) e outras frutas (7%).

Em relação à barragem de Jequitaí, há mais R$ 78 milhões disponíveis para as obras, sendo R$ 23,5 milhões por meio da Codevasf e R$ 55 milhões por meio de aporte de emendas da bancada mineira e do governo estadual.

A barragem de Jequitaí ajudará na redução dos riscos de enchentes e de falta de água na época de estiagem na região Norte de Minas, beneficiando mais de 16 cidades.

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *