Empréstimo Consignado para aposentados, pensionistas do INSS

Últimas Notícias
Casa das Apostas Online Betway

No tie-break, América Vôlei deixa vitória escapar diante do Sada Cruzeiro

No tie-break, América Vôlei deixa vitória escapar diante do Sada Cruzeiro

América Vôlei e o Sada/Cruzeiro entraram em quadra na noite deste domingo (19/01), pela segunda rodada da Superliga Masculina de Vôlei. A partida aconteceu no ginásio Poliesportivo Tancredo Neves, em Montes Claros/MG. O duelo mineiro foi marcado por grandes lances, disputas acirradas e jogadas espetaculares. O Coelho precisava vencer para somar pontos na tabela de classificação. Mas, do outro lado, estava o líder da competição.

No tie-break, América Vôlei deixa vitória escapar diante do Sada Cruzeiro
No tie-break, América Vôlei deixa vitória escapar diante do Sada Cruzeiro

 

No final, o América Vôlei teve grande atuação, mas acabou derrotado no tie-break pelo Sada/Cruzeiro, por 3 sets a 2, com parciais de 25/22, 21/25, 18/25, 25/22 e 9/15. O oposto Luan, jogador da Raposa foi eleito o melhor em quadra e levou o troféu Viva Vôlei. O ponteiro Pablo, do América Vôlei foi o maior pontuador da partida com 19 pontos (17 de ataque e 02 de bloqueio).

Com o resultado, o América chegou aos 7 pontos na tabela da Superliga e ocupa a 11ª posição. O Coelho está atrás do Pacaembu Ribeirão Preto/SP, que soma 11 pontos. O próximo compromisso do Coelho será no dia 30 de janeiro, diante do Denk Academy Maringá Vôlei/PR, em Montes Claros (MG).

O Jogo

O primeiro set começou com nervosismo do time visitante e o América abrindo vantagem no placar em 8/6. O Cruzeiro encostou, chegou ao empate, mas voltar a errar e o Coelho abriu outra vez em 12/9. E depois de um erro de ataque da Raposa, o técnico Marcelo Mendez substituiu Evandro por Luan. Em seguida, pediu tempo quando estava em 17/15 para os donos da casa. A parada surtiu efeito e o Sada encostou no placar em 19/18, obrigando o técnico Henrique Furtado a solicitar tempo técnico. Na volta ao jogo, o América manteve a troca de bola até o fim e venceu por 25/22, depois de um ótimo saque do oposto argentino German Johansen.

O segundo set começou no mesmo embalo do primeiro, com o América liderando e abrindo em 4/2. Mas, o Cruzeiro empatou e virou para 5/4. O Coelho correu atrás e voltou a comandar o placar em 6/5. Nova virada, e a Raposa virou outra vez para 9/7, obrigando o técnico Henrique Furtado a solicitar o tempo técnico. A equipe da capital mineira continuou a comandar o placar e manter a diferença depois de uma boa passagem do central Otávio pelo saque. Novo pedido de tempo pelo técnico do Coelho, mas o Cruzeiro voltou determinado a fechar o sete e abriu ainda mais no placar com a passagem de Isac pelo saque, abrindo em 22/15. No final, a superioridade no set foi dos visitantes que fecharam em 25/21.

O terceiro set também foi comandado desde o início pelos visitantes que impuseram um ritmo forte no saque e nos bloqueios. O Coelho tentava reagir, chegava a encostrar no placar, mas com muitos erros e desconcentrado não conseguia superar o adversário que se mostrava melhor no set que teve a maior diferença no placar em 18/25 para o time da capital mineira.

No quarto set, o Cruzeiro começou melhor e até impôs uma diferença de três pontos. Mas, a reação do América Vôlei, com o apoio da sua torcida, que ajudou a empurrar o time fizeram a diferença. Os adversários erraram bastantes saques e levaram alguns bloqueios importantes. No final, o Coelho mostrou superação e venceu pelo mesmo placar do primeiro set: 25/22.

No tie-break, os donos da casa começaram melhor e abriram em 3 a 0, obrigando o técnico Marcelo Mendez a parar o jogo e colocar ordem em seu time. A parada surtiu efeito e a experiência do Sada Cruzeiro prevaleceu. O time visitante fechou o jogo com 9/15.

Após a partida, o técnico do América Vôlei, Henrique Furtado saiu satisfeito com a excelente atuação da sua equipe. “A avaliação é boa. Foi uma partida bem jogada e fiquei feliz pela dedicação dos atletas. Jogamos como um time e fomos agressivos. Estamos aprendendo muito durante a Superliga, enfrentando as dificuldades de frente. Vamos ser sempre aguerridos e vamos buscar a vitória sempre. É o espírito desse time”, avalia.

A mesma avaliação positiva também fez o central Renan Moralez. “Jogamos bem. Foi uma partida bem disputada e bonita. A nossa torcida compareceu e nos apoiou. A vitória não veio, mas a forma como jogamos nos deixa orgulhosos, pois do outro lado estava o líder da competição. Agora é nos prepararmos para o próximo desafio contra o Maringá”, disse.

Por Wesley Gonçalves

Quer saber as notícias do Jornal Montes Claros em primeira mão? Siga-nos no Facebook @jornamoc, Twitter @jornalmoc e Instagram @jornalmoc.