Casa das Apostas Online Betway

Últimas Notícias
Curso - Fórmula da Eleição 2020
Inicio » Mais Seções » Saúde » Saúde – Diabéticos devem redobrar cuidados diante da pandemia do novo coronavírus

Saúde – Diabéticos devem redobrar cuidados diante da pandemia do novo coronavírus

Saúde – Diabéticos devem redobrar cuidados diante da pandemia do novo coronavírus

Parte do grupo de risco nesta pandemia de Covid-19 – ao lado de hipertensos, idosos e portadores de outras comorbidades -, os diabéticos precisam se cuidar de maneira redobrada para evitar a infecção pelo novo coronavírus. Quem faz o alerta é o presidente da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia – Regional Minas Gerais, Adauto Versiani. “É preciso manter a glicose controlada, se alimentar bem, fazer repouso e isolamento social”, frisa o médico. No caso de diabéticos com histórico de glicose acima dos 180 mg/dL, destaca, é como se tivessem a idade aumentada em 10 a 20 anos, se contaminados pelo coronavírus, o que pode complicar o quadro da doença.

Saúde - Diabéticos devem redobrar cuidados diante da pandemia do novo coronavírus
Saúde – Diabéticos devem redobrar cuidados diante da pandemia do novo coronavírus

 

“Recomendo que chaves e carteira, por exemplo, sejam colocadas em uma caixinha, separadas, quando o diabético chegar em casa. É importante tomar um banho, se vier da rua. O ideal é que não saia de casa, que cumpra o isolamento social. E que durma em cama separada”, ensina Versiani.

COMO AGIR

E, se o diabético identificar que tem algum dos sintomas da Covid-19, a recomendação do especialista é que permaneça em casa, se a manifestação for leve, usando medicamentos como dipirona e paracetamol. Em caso de sentir dificuldade para respirar, deve procurar o serviço de saúde, em busca de orientação médica.

CHINA

O médico informa que estudos observacionais feitos na China ao longo do enfrentamento do novo coronavírus mostram uma tendência de que nas pessoas com quadros de diabetes sem controle adequado das taxas de glicose haja uma evolução para os sintomas mais graves da Covid-19. Ele explica que a produção insuficiente ou má absorção da insulina, características do diabetes, além de complicações como retinopatia e nefropatia, entre outras, reduz a formação de colágeno, que ajuda na cicatrização, e debilita o sistema imunológico, que passa a ter dificuldade de reagir diante de um corpo estranho no organismo. Portanto, é essencial que o diabético mantenha o controla da glicemia.

Outra observação feita pelo sistema de saúde da China durante esta pandemia, revela Adauto Versiani, diz respeito ao medicamento pioglitazona, recomendado no tratamento de casos de diabetes. Segundo Versiani, o uso do remédio foi associado a registros de evolução mais grave da Covid-19, mas não há nenhuma evidência médica que comprove isso. Dessa forma, o endocrinologista orienta que diabéticos que têm prescrição para tomar a pioglitazona não devem interromper o tratamento sem consultar seus médicos de confiança. Versiani reforça que devem, sim, manter o controle da glicose e o isolamento social recomendado pelo Ministério da Saúde.

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *