Casa das Apostas Online Betway

Últimas Notícias

SAIBA MAIS AQUI - FAÇA CLICK

MG – Órgãos públicos criam força tarefa contra preços abusivos

MG – Órgãos públicos criam força tarefa contra preços abusivos

MG – Com a pandemia do novo coronavírus, a procura por álcool em gel, luvas e máscaras, tem aumentado e com isso alguns estabelecimentos tem se aproveitado para aumentar o preço destes itens. Com isso consumidores vêm registrando reclamações. Para combater essa prática, Promotores de Justiça e auditores fiscais da Secretaria de Fazenda de Minas Gerais, formaram uma força-tarefa, que está apurando esses casos.

MG - Órgãos públicos criam força tarefa contra preços abusivos
MG – Órgãos públicos criam força tarefa contra preços abusivos

 

O Ministério Público relata que tem recebido várias reclamações de consumidores a respeito de valores abusivos. Além disso, unidades de saúde têm reclamado que fornecedores estariam retendo estoque e aumentando preço em valores altíssimos.

A Secretaria de Fazenda de Minas Gerais vem realizando um levantamento de dados para obter informações e com isso, colaborar com os trabalhos realizados pelo Ministério Público.

A força-tarefa pretende aplicar medidas administrativas aos responsáveis. As medidas podem ir de aplicação de multas a interdição do estabelecimento. Os interessados em registrar novas denúncias, podem fazê-las pelo site do Ministério Público.

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *