Casa das Apostas Online Betway

Últimas Notícias

Curso Instalador Energia Solar

MG – Zema apresenta plano para reabertura gradual do comércio nas cidades mineiras

MG – Zema apresenta plano para reabertura gradual do comércio nas cidades mineiras

MG – O governador Romeu Zema (Novo) apresentou na noite de quarta-feira (22) o “Minas Consciente”, programa sobre a reativação gradual de alguns setores da economia durante o isolamento social. O protocolo com as orientações do Estado para flexibilizar as atividades será entregue aos municípios na semana que vem.

MG - Zema apresenta plano para reabertura gradual do comércio nas cidades mineiras
MG – Zema apresenta plano para reabertura gradual do comércio nas cidades mineiras

As áreas comerciais que fazem parte do planejamento foram divididas em quatro “ondas”: essenciais, baixo, médio e alto risco. A lista não contempla todos os setores da economia. Restaurantes e bares, por exemplo, ficaram de fora.

De acordo com Zema, a flexibilização se dará de maneira responsável, observando o impacto das medidas no sistema de saúde. Caberá ao município definir como será a reabertura do comércio. Porém, a medida poderá ser revogada pelo governo de Minas em caso de aumento no número de casos da doença. Para o governador, é possível falar em retomada das atividades porque a pandemia de Covid-19 está sob controle no Estado.

Veja os serviços liberados conforme as “ondas”:

Onda 0 (serviços essenciais)

– Hipermercado;
– Lojas de material de construção;
– Autopeças;
– Farmácias e drogarias;
– Lojas de venda e manutenção de equipamentos elétricos e eletrônicos;
– Padarias e confeitarias;
– Revendas de gás;
– Açougue;
– Serviços de RH e terceirização;
– Supermercados e afins;
– Postos de gasolina.

Onda 1 (serviços de baixo risco)

– Concessionárias, revendas e oficinas de veículos motorizados;
– Joalherias e relojoarias;
– Lojas de vestuário, acessórios, calçados e afins;
– Lojas de artigos esportivos e afins;
– Lojas de artigos para casa, tecidos e aviamentos;
– Lojas de móveis e colchões;
– Lojas de variedades;
– Lojas de fogos de artifício;
– Serviços de publicidade e afins;
– Agências de turismo e afins.

Onda 2 (serviços de médio risco)

– Hotéis e afins;
– Comércio de animais vivos;
– Comércio de plantas e flores;
– Lojas de eletrodomésticos de áudio e vídeo;
– Comércio de artigos de papelaria e afins;
– Tabacarias;
– Lojas de brinquedos;
– Lojas de departamento e magazines;
– Comércio para artigos de caça, pesca e camping;
– Comércio de instrumentos musicais e acessórios, equipamentos de áudio e vídeo;
– Comércio varejista de equipamentos para escritório.

Onda 3 (serviços de alto risco)

– Comércio de souvenires, bijuterias e artesanatos;
– Lojas de variedades;
– Varejista de outros artigos usados;
– Cabeleireiros e outras atividades de tratamento de beleza;
– Comércio varejista de discos, CDs, DVDs e fitas;
– Comércio varejista de livros;
– Comércio varejista de doces, balas, bombons e semelhantes;
– Bancas de jornais e revistas;
– Varejo de equipamentos de telefonia e comunicação;
– Lojas de artigos fotográficos e para filmagem;
​- Lojas duty free de aeroportos internacionais;

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *