Casa das Apostas Online Betway

Últimas Notícias

SAIBA MAIS AQUI - FAÇA CLICK

Montes Claros – Hospitais de Montes Claros se unem e incentivam doação de sangue para o Hemominas

Montes Claros – Hospitais de Montes Claros se unem e incentivam doação de sangue para o Hemominas

Montes Claros – Junho é um mês frio em que a incidência de doadores de sangue do Hemocentro Regional de Montes Claros/Fundação Hemominas tende a diminuir naturalmente, devido às doenças respiratórias típicas desta época. E, aliado a este fator, vivenciamos a pandemia da Covid-19, que agravou ainda mais o sistema de captação de doadores.

Montes Claros - Hospitais de Montes Claros se unem e incentivam doação de sangue para o Hemominas
Montes Claros – Hospitais de Montes Claros se unem e incentivam doação de sangue para o Hemominas

 

Justamente por causa desses dois fatores, cinco instituições hospitalares de Montes Claros, Hospital Universitário Clemente de Faria (HUCF), Hospital Santa Casa, Hospital Aroldo Tourinho, Hospital Dílson Godinho e Hospital das Clínicas Mário Ribeiro se unem, pelo segundo ano consecutivo, com a finalidade de conscientizar e ajudar na captação de novos candidatos a doadores de sangue para o Hemominas.

No Brasil, apenas 1,8% da população é doadora de sangue, mas a recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) é que entre 3% e 5% da população de um país deve doar sangue.

“No outono, as doações caem bastante chegando até 40% no número de entrada de candidatos a doação. O novo Coronavírus também afeta, significativamente, este número. Por isso, a campanha Junho Vermelho visa repor os bancos de sangue do Hemominas. A campanha dos hospitais vem somar com o a campanha já realizada pelo Hemominas, desde que foi constituído o Junho Vermelho em 2015”, a responsável pela captação de doadores do Hemocentro Regional de Montes Claros, Rosana Silva.

Dia Mundial do Doador

A mobilização em prol do Hemocentro Regional será durante todo o mês e terá o seu ponto alto na próxima segunda semana, já que no dia 14 de junho é comemorado o Dia Mundial do Doador de Sangue. A data foi estabelecida pela Organização Mundial de Saúde (OMS) com o objetivo de promover ações de incentivo à doação de sangue em todo o mundo. A data presta homenagem a Karl Landsteiner (1868 -1943), médico e biólogo austríaco naturalizado americano. Em 1930 ele ganhou um Prêmio Nobel pela classificação do sistema ABO e descoberta do Fator Rh.

Rosana Ferreira explica que são atendidas pelo Hemominas 38 unidades hospitalares em 26 municípios do Norte de Minas. A demanda mensal gira torno de 1.500 bolsas de sangue. “Estamos com uma média bem menor por causa da pandemia. Com isso a média mensal de cada hospital em Montes Claros ficou assim: Santa Casa (780 bolsas); Dilson Godinho (245); Hospital Universitário (170 bolsas); Aroldo Tourinho (150) e Mário Ribeiro (25 bolsas). As demais bolsas atendem aos hospitais regionais”, pondera. “Temos que atender aos decretos e normas sanitárias de segurança em relação ao coronavírus. O Limite máximo no ambiente de doação é de 17 pessoas. Grupos somente até 10 pessoas e por agendamento”, ressalta a coordenadora do Hemocentro Regional sobre o período de pandemia.

O Hemocentro Regional atende normalmente, de segunda à sexta, de 7h às 17h30, ou conforme a capacidade de atendimento, dentro das normas de segurança. Os agendamentos são feitos pelo telefone: 155, opção 1 ou pelo MG APP e via site: www.hemominas.mg.gov.br

A sede regional fica na Rua Urbino Viana, 640, Vila Guilhermina (ao lado da Câmara Municipal).

Serviço

Quem pode doar?

– Pessoas que estejam com boa saúde e idade entre 16 até 69 anos; (menores poderão doar apenas com consentimento dos pais ou responsáveis legais); A primeira doação somente poderá ser feita por candidatos com menos de 60 anos.

– Pesar acima de 50 quilos e dormir bem na noite anterior a doação (6 horas no mínimo);

– Ficar pelo menos 12 horas antes da doação sem ingerir bebida alcoólica;

– Apresentar documento original da carteira de identidade, carteira de trabalho, certificado de reservista ou carteira de motorista (dentro do prazo de validade) com foto;

– Não apresentar nenhum sintoma de febre amarela, dengue, zika, sarampo e chikungunya, nos últimos 30 dias.

Os candidatos à doação não podem

– Estar gripado ou com febre nos últimos 15 dias;

– Ter tido hepatite após os 11 anos de idade;

– Estar exposto a situação de risco (múltiplos parceiros sexuais, uso de drogas, ter como parceiro sexual um portador do vírus da AIDS);

– Apresentar ferimento ainda não cicatrizado;

– Ter sido submetido à cirurgia de grande porte nos últimos 6 meses;

– Ter sido submetido a exames de endoscopia ou broncoscopia nos últimos 6 meses;

– Estar em tratamento para pressão alta.

– Ter tido dengue, febre amarela, sarampo, zika e chikungunya nos últimos 30 dias;

– Ter feito tatuagem, maquiagem definitiva ou colocado piercing nos últimos 12 meses;

– Ter tomado vacina no último mês (como a contra SARAMPO, rubéola ou febre amarela);

OBS: no caso da vacina contra a gripe (H1N1), a pessoa está liberada 48 horas após;

– Ter histórico de anemia recente;

– Ter tido problema de saúde recente;

– Ter diabetes;

– Ter recebido transfusão de sangue nos últimos 12 meses;

– Estar fazendo ou ter feito uso de medicamentos conforme esquema abaixo:

Antibióticos: liberado após 15 dias (a critério médico);

Analgésicos e Anti-inflamatórios serão analisados caso a caso pela triagem clínica da unidade.

Informações Adicionais

DOAÇÕES PELA MANHÃ: Todos os candidatos deverão tomar café normalmente (não podem estar em jejum).

DOAÇÕES PELA TARDE: Se o candidato almoçar, aguardar 03 horas para efetuar a doação.

MULHERES: Não podem ter tido aborto recente ou estar grávidas ou amamentando.

Atenção: A menstruação e o uso de anticoncepcionais não impedem a doação.

INTERVALO ENTRE DOAÇÕES: 90 dias para as mulheres (no máximo 3 vezes ao ano).

60 dias para os homens (no máximo 4 vezes ao ano).

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *