Empréstimo Consignado para aposentados, pensionistas do INSS

Últimas Notícias
Casa das Apostas Online Betway

Norte de Minas – AMAMS convida Bolsonaro para reunião com Prefeitos do Norte de Minas

Norte de Minas – AMAMS convida Bolsonaro para reunião com Prefeitos do Norte de Minas

Norte de Minas – Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (AMAMS), formulou o convite ao presidente Jair Bolsonaro para uma reunião com os prefeitos do Norte de Minas, em Montes Claros, com foco na discussão sobre a escassez hídrica e especificamente os projetos das barragens da região.

Norte de Minas - AMAMS convida Bolsonaro para reunião com Prefeitos do Norte de Minas
Norte de Minas – AMAMS convida Bolsonaro para reunião com Prefeitos do Norte de Minas Foto: Ascom AMAMS

 

O secretário-executivo Ronaldo Soares Mota participou de audiência com o ministro Rogério Marinho, do Desenvolvimento Regional, quando entregou oficio assinado pelo presidente Lara Batista Cordeiro, prefeito de Ibiaí, para ser realizada uma Agenda Positiva no Norte de Minas. O ministro acha viável criar esse evento e anunciou que estará liberando R$ 247 milhões para o Projeto Jequitaí, pois, o Governo está preocupado com a situação do rio São Francisco e para garantir que a água dele chegará ao nordeste, decidiu revitaliza-lo em território mineiro, onde nasce o rio.

Ainda na audiência, ele anunciou mais recursos para a construção de barraquinhas. A audiência foi articulada pelos deputados, Zé Reis e Marcelo Aro e contou com as presenças dos assessores Ronaldo Mota Dias e Rafael Mota. No ofício, a AMAMS explica que “o Presidente Jair Bolsonaro agendou uma visita à área mineira da Sudene ainda para esse ano, para inaugurar a BR 367, no trecho de Almenara a Jacinto, no Vale do Jequitinhonha, a qual também solicitou que fosse elaborado uma agenda de visita ao Norte de Minas. Solicitamos que Vossa Excelência intermedie junto ao Presidente da República uma visita à Cidade de Montes Claros, para uma Convenção com todos os prefeitos e lideranças políticas da região com tema “O agravamento da crise hídrica no Norte de Minas”.

A AMAMS observa que “um recente levantamento constatou que as duas das bacias hidrográficas mais importantes da região de Montes Claros, a Jequitaí-Pacuí e a Verde Grande tiveram uma redução do índice de chuvas de cerca de 60% nos últimos anos. Outras bacias importantes também teriam recebido poucas chuvas e a bacia do Médio São Francisco teria registrado uma redução de 40%, enquanto o Paracatu teria verificado uma diminuição de 50%. Esse foi um dos motivos para o agravamento da crise hídrica na região, que estaria sendo sentida especialmente pelos agricultores locais”.

A proposta é que o presidente Bolsonaro e o ministro Rogério Marinho participe da reunião com os prefeitos para liberarem mais recursos e o retorno das obras de construção da barragem Projeto Jequitaí, no Norte de Minas, que prevê a irrigação de 35 mil hectares e a geração de cerca de 35 mil empregos diretos e outros 70 mil postos de trabalho indiretos. A AMAMS afirma ainda que “sob esse âmbito, temos em pauta a Barragem de Congonhas, que desde o ano de 2017 teve a licença de instalação aprovada, com capacidade de acumular 960 milhões de m³, e vai beneficiar cerca de 600 mil pessoas no Norte de Minas, especialmente do município de Montes Claros, no entanto, até o momento as obras encontram-se paralisadas”.

O ministro Rogério Marinho achou interessante essa agenda e explicou que a CODEVASF tem as obras de esgoto prontas nas cidades de Bocaiuva e Matias Cardoso, que podem ser inauguradas e que a prioridade máxima agora é construir a Barragem de Jequitaí. Ele ficou de propor essa agenda ao presidente Jair Bolsonaro.

Quer saber as notícias do Jornal Montes Claros em primeira mão? Siga-nos no Facebook @jornamoc, Twitter @jornalmoc e Instagram @jornalmoc.