Últimas Notícias

Home office está em alta no país e é preciso se adaptar para garantir seu lugar no mercado

Home office está em alta no país e é preciso se adaptar para garantir seu lugar no mercado

A pandemia provou que o home office está em alta no país, mas essa deve ser uma tendência que permanecerá mesmo após o coronavírus.

A pandemia fez com que uma forma de trabalho até então desconhecida por muitos ganhasse espaço e fosse adotada por uma grande quantidade de trabalhadores. O home office está em alta no país, porém, a falta de preparo e dificuldade de adaptação ainda são empecilhos.

Antes do coronavírus, dados do IBGE de 2018 apontavam que cerca de 5,2% da população trabalhava no regime de home office, sendo que as empresas que mais empregavam nessa modalidade eram as de TI/telecom (28%) e serviços (16%).

Entretanto, em 2020 o cenário mudou e percebemos que o home office está em alta no país por necessidade para que as empresas não interrompessem as suas atividades e também pela aprovação dos trabalhadores e gestores.

Um levantamento realizado pela Fundação Instituto de Administração (FIA) identificou que 46% das empresas durante a pandemia adotaram o home office, sendo que esse percentual foi maior entre empresas que atuam nos ramos hospitalares e da indústria.

No início, cerca de 67% das corporações tiveram dificuldade para implementar o teletrabalho, porém, as barreiras foram superadas e 50% afirmou que as expectativas foram superadas.

Passada a pandemia, cerca de 36% delas pretendem continuar com o trabalho a distância, número bastante próximo ao resultado do estudo do professor da FGV (Fundação Getúlio Vargas) André Miceli, que apontou que deve haver um crescimento de 30% no home office.

Apesar das estatísticas apontarem uma tendência de crescimento e algumas pessoas já trabalharem à distância, ainda há dificuldade em se adaptar a essa forma de trabalho.

Home office está em alta no país: saiba se adaptar

Para trabalhar de casa é preciso ter um pouco de disciplina e utilizar ferramentas que ajudem na realização das tarefas, o que tem sido descoberto por muitos de forma gradual. Para que não precise descobrir sozinho como se adaptar, veja algumas dicas.

Prepare-se para começar a trabalhar

A vantagem de atuar de casa é que não precisará enfrentar o trânsito para chegar na empresa e isso dará mais tempo para se preparar.

Ao levantar, tome um banho e o café da manhã com calma enquanto desperta. Troque de roupa e após isso comece as atividades, pois dessa forma estará pronto.

Mantenha o foco no trabalho

É preciso acabar com as distrações, caso contrário fará tudo, menos o que precisa. Mantenha a televisão e som desligados e tire do local de trabalho tudo o que possa causar distrações – como uma roupa para lavar ou brinquedos das crianças.

No seu espaço deve ter apenas o que será necessário e, se possível, fique em um ambiente separado das demais pessoas da casa, pois assim não ocorrerão interrupções.

Defina os horários de trabalho

O home office está em alta no país, mas isso não significa que qualquer pessoa se adapte a ele. Para que não trabalhe menos do que deve e nem a mais é preciso estabelecer horários, por mais que a empresa permita flexibilidade.

Estipule quando deve começar e parar e também os horários das pausas e refeições. O importante é não apenas determinar as horas, mas garantir que elas sejam seguidas.

Tenha a tecnologia como aliada

Existem diversas ferramentas que podem ajudar a garantir a rotina e melhorar a produtividade. Uma delas é o Kanbanize, que organiza as tarefas que estão sendo feitas e permite verificar em que status está cada através de um kanban board, (ou quadro Kanban) que utiliza uma técnica de post-its que mostram o que está sendo feito, o que foi concluído e o que deve começar. Ela ainda pode ser compartilhada com o time de trabalho.

Quem tem dificuldade em manter o foco e não sabe quanto tempo levar para realizar cada atividade, pode contar com o Toggl, que contabilizará esse tempo e gerará relatórios para que possa se tornar mais produtivo.

Há ainda muitas outras ferramentas e você deve adaptar conforme o seu tipo de trabalho e necessidade.

Mantenha contato com os colegas

É possível manter esse contato com por e-mail, chats, aplicativos de mensagens e videoconferências. Não importa a forma escolhida, quando isso é feito corretamente é possível descobrir porque o home office está em alta no país.

Não há necessidade de as pessoas estarem no mesmo espaço físico para as coisas acontecerem, quando há uma boa comunicação o trabalho flui.

Além disso, é possível obter dicas de como se adaptar ao home office e o que os outros estão fazendo que dá certo.

É fato que o home office está em alta no país e deve se tornar cada vez mais comum, então se deseja ampliar as suas chances de conseguir um bom trabalho ou quer se adaptar ao teletrabalho, esteja preparado.